Câmara Municipal

Associação dos Bombeiros Civis de Feira de Santana pede Audiência Pública

O objetivo é discutir questões diversas relacionadas a categoria afim de criar medidas que beneficiem a sociedade feirense.

19/11/2019 11h20, Por Brenda Filho

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O presidente da Associação dos Bombeiros Civis de Feira de Santana, Jeferson Lobo, usou a tribuna da Câmara de Vereadores ontem (18), para solicitar uma audiência pública para discutir questões diversas relacionadas a categoria afim de criar medidas que beneficiem a sociedade feirense. Ele também ressaltou a importância dos serviços dos bombeiros civis para o município. “Somos profissionais capacitados e visamos sobretudo nos especializar em nossas áreas. Atendemos instituições privadas e públicas e, sempre nos voluntariamos. Hoje, o bombeiro civil é atuante na maioria dos municípios. É um profissional presente, atuante, equipado e que cada vez se profissionaliza mais”, explanou. Lobo lembrou ainda do incêndio ocorrido no Residencial Iguatemi I, no bairro Mangabeira, em dezembro do ano passado, aqui em Feira de Santana. “Aquela foi uma tragédia que marcou a cidade, nós conseguimos agir a tempo”, contou. Ainda na tribuna, o presidente da associação pediu apoio aos vereadores na luta por garantia de direitos e reconhecimento. “Somos aptos a lidar com vidas e prevenir catástrofes. Buscamos reconhecimento. Peço aos edis que olhem com atenção para as nossas reivindicações”, finalizou. 

Projeto de Lei

Há dois anos, a vereadora Cintia Machado (PRB) Apresentou o Projeto de Lei 76/2017 para regulamentar a contratação de bombeiro civil e manutenção da unidade de combate a incêndio e primeiros socorros em feira de Santana, que foi aprovado pela Casa, mas não foi sancionado. Segundo a vereadora, o objetivo era legalizar e ressaltar a importância do profissional e ela disse ao Acorda Cidade que vai procurar o prefeito Colbert Martins para tentar promulgar (publicar para que se torne lei). 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade