Feira de Santana

Flores, histórias e artes; conheça a exposição que mostra Feira de Santana no Século XIX

O evento vai até este sábado (23).

22/09/2023 às 14h07, Por Agenda Cultural

Compartilhe essa notícia

Foto: Ney Silva

Domynique Fonseca

A segunda edição do Festival da Primavera Comercial, Artística, Histórico-cultural começou na quinta-feira (21), em Feira de Santana. O festival conta com diversas expressões culturais, desde rodas de conversas, exposições de livros, esculturas e cordeis à comercialização de artesanatos e flores.

“É o segundo ano que tem esse evento, o ano passado foi muito bonito. Ele traz a poesia, o verso, a exibição de obras de arte de artistas famosos. Ele abraça também a literatura, a música, as artes e o cordel. Os vaqueiros, os nossos costumes e o viver. Trazendo sempre a história de Sales Barbosa para esse espaço, para ele ficar conhecido”, explicou Cíntia Portugal, presidente do Instituto Baiano- Feirense Sales Barbosa.

O festival tem a iniciativa do Instituto Baiano-Feirense Sales Barbosa (IBFSB) em parceria com os alunos de artes visuais da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (UFBA) que cedeu alguns materiais para compor a exposição. O festival vai percorrer várias regiões da cidade, levando a arte e cultura para próximo da população.

Foto: Ney Silva

“É um chamado. Então, a arte não precisa estar presa em uma sala em um museu, a arte foi feita pra rua, a arte foi feita pro mercado. A arte pega esse espaço porque são onde todos circulam. Uma pessoa que passa e conheça a arte e se questione sobre a nossa história já traz um grande valor a isso imenso, saber quem foi Sales Barbosa, saber quem são as meninas da associação de floristas. Saber também a história dos retratistas do Lambe- Lambe, o porquê de estarem ali hoje fazendo exposição a importância do Lambe- Lambe na praça Bernardino Bahia, da foto 3×4. Então tudo isso está trazendo a história da cidade”, completou.

A programação conta com atividades que vão discorrer sobre a história da chegada das flores em Feira e, de como elas eram transportadas pela Estrada do Feijão no lombo de cavalos até e das dificuldades enfrentadas. A presidente da Associação Comunitária dos Floristas de Feira De Santana, Simone Pereira, fala da importância do festival para o setor da floricultura.

“A gente vai contar a história da associação através de um banner, colocamos uns burrinhos com as Angélicas, porque foi assim que nós começamos e como a gente está até hoje. Tivemos que expandir, até por causa dos clientes mesmo que trabalham com arranjos em festas de casamentos. Então a gente vai falar da história e vai também mostrar o presente.”

Foto: Ney Silva

É uma exposição itinerante, mas nesse primeiro momento, está sendo realizada no Mercado de Arte Popular (MAP). As esculturas ficarão expostas durante todo o mês aqui em Feira de Santana, já as exposições das flores e de artes, terminam nesse sábado (23).

Com informações do repórter Ney Silva do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade