Advogado de defesa do casal pede novo julgamento

05/04/2010 às 17h19, Por Dilton e Feito

Compartilhe essa notícia

O advogado de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, Roberto Podval, entrou com dois recursos no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) para tentar levar o casal a novo julgamento. Alexandre, pai de Isabella Nardoni, e Anna Carolina, a madrasta, foram condenados a 31 anos e 26 anos de prisão, respectivamente. Eles são acusados da morte da menina, em 29 de março de 2008.

O julgamento durou cinco dias e terminou na madrugada do último sábado. Isabella foi jogada do sexto andar do edifício London, na zona norte de São Paulo. Ela caiu de uma altura de cerca de 20 metros.

Os réus já haviam assinado o termo de recurso em plenário logo após a sentença. De acordo com a assessoria de imprensa do TJ, a defesa protocolou os dois recursos na quarta-feira. O primeiro é uma petição de apelação, que tem o objetivo de pedir a anulação do júri. Os advogados podem alegar que houve irregularidades no processo ou cerceamento de defesa, por exemplo. A defesa está reclusa e não quer expor os fundamentos do pedido.

O outro recurso é o chamado protesto por novo júri. Os advogados do casal alegam que, na época em que Isabella foi morta, em março de 2008, ainda vigorava legislação prevendo novo julgamento em caso de condenações superiores a 20 anos.

O juiz Maurício Fossen, que presidiu o julgamento, vai analisar os recursos da defesa. Caso ele não aceite, os advogados terão a opção de apresentar oralmente os argumentos para os desembargadores do TJ.Informações da Veja

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade