Feira de Santana

Acusado de matar PM durante assalto a ônibus diz como foi o crime

Durante o assalto ao ônibus, ele estava acompanhando de Matheus dos Santos Paiva e Lucas Matias Oliveira, que foram presos pela Polícia Militar no mesmo dia do crime.

21/03/2017 14h09, Por Maylla Nunes

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Daniela Cardoso

Um dos acusados de participar do assassinato do Sargento da Polícia Militar Adalberto Santos Silva, durante o assalto a um ônibus do transporte coletivo urbano no bairro Sobradinho, em Feira de Santana no dia 11 de março, recebeu alta ontem do Hospital Geral Clériston Andrade e foi ouvido nesta terça-feira (21) na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos.

Alexandre Santana Oliveira, 21 anos, foi baleado na perna no dia do assalto. Após ser ouvido ele foi encaminhado ao Conjunto Penal de Feira de Santana. Durante o assalto ao ônibus, ele estava acompanhando de Matheus dos Santos Paiva e Lucas Matias Oliveira, que foram presos pela Polícia Militar no mesmo dia do crime.

Lucas e Matheus foram presos no mesmo dia do crime (Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade)

Ao Acorda Cidade, Alexandre Santana Oliveira disse que "foi a primeira vez que participou de um assalto a ônibus". Ele se diz arrependido e conta como eles agiram durante o crime.

“Eu e Matheus planejamos roubar o ônibus. Eu dei a voz de assalto para a cobradora e já estava recolhendo os pertences dos passageiros. Quando estava descendo do ônibus houve uma luta corporal entre o policial e Matheus. Deflagrei dois tiros e Matheus três. Infelizmente houve essa situação, estou arrependido e estou aqui pra pagar. Quando eu deflagrei os dois tiros eles já estavam em luta. Matheus tomou a arma do sargento e deflagrou três tiros”, contou.

Alexandre afirmou que não sabia que a vítima se tratava de um policial e que só ficou sabendo quando já estava preso. Ele ainda disse que não levou muito dinheiro no assalto. Segundo Alexandre, tinham alguns celulares e cerca de 80 reais. Já sobre a arma do crime, o acusado afirmou não ser dele, mas não informou a quem pertencia.

Leia também: Policial militar da reserva é morto durante assalto a ônibus; 3 homens são presos

As informações são do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade