Feira de Santana

Acusado de matar 8 pessoas durante a greve da PM é preso com arsenal e carteira de detetive

Ele conduzia uma motocicleta pela Avenida Eduardo Fróes da Mota quando foi abordado por policiais que o acompanharam até sua residência e encontraram uma carteira falsa de detetive e um arsenal.

29/05/2014 21h14, Por Andrea Trindade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Andrea Trindade

Acusado de envolvimento em vários assassinatos ocorridos durante a greve da Polícia Militar, em Feira de Santana, foi preso na tarde desta quinta-feira (29), Eliomar Alexandre Rosa Nunes, 29 anos, que reside na Rua Vitória da Conquista, no bairro Sobradinho.

Ele conduzia uma motocicleta pela Avenida Eduardo Fróes da Mota quando foi abordado, em frente a um motel, por policiais que o acompanharam até sua residência e encontraram uma carteira de detetive particular e um arsenal.

Eliomar, conhecido como Galego, nega as acusações de homicídios, mas o delegado Ricardo Brito, coordenador de Polícia do interior (1ª Coorpin), disse ao Acorda Cidade que as declarações do acusado não convenceram a polícia.

“Com ele foram encontrados uma quantidade grande de munição de diversos calibres, algemas, colete balístico e pistola 380, além disso, o reconhecimento de várias testemunhas corroboram a participação dele em diversos homicídios em Feira. Ele nega os crimes, mas temos indícios de sua participação”, afirmou.

Eliomar contou que trabalha como segurança clandestino e por isso usa o colete e a pistola, mas não informou como conseguiu a carteira de detetive. O rifle, segundo ele, é usado para caça.

A polícia através de uma força-tarefa vai dar continuidade às investigações dos homicídios registrados durante a greve da PM, quando mais de 40 pessoas foram mortas a tiros. A polícia também investiga se existe grupos de extermínio na cidade.

De acordo com o delegado, Eliomar é acusado de praticar oito assassinatos durante a greve. Ele foi preso em flagrante por porte ilegal de arma e recpetação, mas não assinou o flagrante por não concordar com as acusações. Ainda assim, Eliomar será encaminhado para o Conjunto Penal de Feira de Santana.

Leia também:
Força-tarefa vai elucidar crimes praticados em Feira de Santana durante a greve da PM

Fotos e informações do repórter Aldo Matos do programa Acorda Cidade.
 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade