Dia das Mães

A graça de ser mãe

O feminino da Mãe Maria plenificou de ternura Seu Filho Jesus.

08/05/2022 11h07, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Frei Mário Sérgio, ofmcap

Uma mãe e um filho nascem juntos. São inseparáveis. Maternidade é o que existe de mais sublinhe na criação. Gerar outra pessoa, dentro de si, é algo que não conseguimos alcançar. É Excelsior! É magnânimo! É divinal!

Quando Deus criou a mãe, viu que era algo tão singelo, que quis uma, super especial, para Seu filho. Na Mãe Maria, colocou todas as virtudes e belezas da maternidade. Por isso, toda mãe tem um pouco de Maria. Em cada mãe, pode -se contemplar a Mãe das mães. Imagine que nossa doutrina nos ensina que podemos chamá-la de Mãe de Deus. O feminino da Mãe Maria plenificou de ternura Seu Filho Jesus.

Hoje, dia das mães, quero te convidar a contemplar sua mãe com os olhos do Filho Jesus. Imagine a primeira troca de olhares entre os dois no presépio! Quanto amor e admiração. Imagine essa mãe olhando para seu Divino Bebê e ouvindo que, por causa Dele, ela sentiria fortes dores no seu peito! Imagine o misto de preocupação e alívio quando ela o reencontra ensinando no Templo e todos encantados por Ele! Imagine a gratidão dessa mãe por esse Divino Filho que lhe era obediente em tudo! Imagine a alegria quando ela ouvia seus grandes feitos e a tristeza quando Seu filho não era compreendido.

Imagine, agora, a dor suprema dessa mãe ao vê-lo, injustamente, pregado numa cruz! Pergunta a Tradição da Igreja: existe dor maior do que esta? Imagine, então, a explosão de alegria, quando os discípulos lhes dissera: Ele vive! Eu imagino o sorriso discreto de Nossa Senhora e ela dizendo, para si: eu sabia… Só esperava o momento certo!

Por isso, em cada mãe tem um traço da Mãe Maria: alegria pela maternidade, sonhos, medos, tristezas, sofrimentos, dores, cruzes, preocupações, mortes, lutos, ressurreições (meu filho estava morto e voltou a viver) realizações… complete a lista! Então, hoje é dia de celebrar as mães na Mãe.

Deus me deu uma Maria também! Não poderia ter me dado Maria melhor! Por ela, sou muito grato e todos os meus obrigados não alcançariam a verdade dos meus afetos e de minha gratidão. Mas, Deus me colocou outras tantas Marias em meu caminho. Quero bendizer ao Senhor por todas elas! Na minha mãe, Dona Moça, na Mãe Maria, quero abençoar e pedir a benção a todas as queridas mães que lêem meu texto nesse momento! Bença mãe!?!? Com filial afeto!

Roma, 08 de maio de 2022

 

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade