A caminho do Brasil, James Cameron pede filmes mais verdes

27/03/2010 às 08h03, Por Dilton e Feito

Compartilhe essa notícia

Em uma entrevista em Los Angeles, às vésperas de embarcar para o Brasil, onde  participa neste final de semana do Fórum Internacional de Sustentabilidade, em Manaus, o cineasta James Cameron afirmou que acredita em uma convivência mais harmoniosa entre a natureza e a indústria do cinema nos próximos anos. 

"Acho que os filmes podem ser feitos de maneira mais verde", declarou o diretor da superprodução "Avatar", que vem tentando usar o filme como uma metáfora para chamar a atenção sobre a importância da preservação do planeta. "Não precisamos construir sets e depois destrui-los. Não precisamos filmar em locações onde possamos causar danos. Não precisamos ir para dentro de uma bela floresta tropical e destrui-la com todos os nossos objetos de cena e veículos", enumera o diretor. "Os filmes podem ser mais sustentáveis, sim. Mas não é a indústria [do cinema] que cria o problema. Hoje, com o cinema digital, já não usamos mais rolos e rolos de filme", exemplifica.

Em todas as entrevistas que têm feito para promover "Avatar", Cameron tem procurado debater questões ligadas ao aquecimento global e às derrubadas de florestas. "É nossa responsabilidade tentar consertar o dano que já fizemos e continuamos a fazer ao nosso planeta", diz. "A questão que temos de nos fazer é: que tipo de vida nós queremos? O que é realmente valioso para nós? Como definimos o que é riqueza? É essa questão que quero fazer às pessoas. Porque é a industrialização e o crescimento econômico que têm movido todos os estragos que estão acontecendo."

Lançado em dezembro passado, "Avatar" conta a história do embate entre os habitantes do planeta Pandora contra um grupo de humanos que tenta se apropriar da riqueza mineral do lugar a todo custo. O perfil tribal dos Navi e as cenas de derrubada de árvores levaram muitos a comparar o filme à realidade dos povos indígenas que vivem da floresta, como os índios amazônicos. Na entrevista, Cameron reconheceu as semelhanças.

"Há temas específicos do Brasil que têm ressonância com os de Avatar: a destruição das florestas, o deslocamento das populações indígenas. São todas questões contra as quais o Brasil vem lutando enquanto tenta encontrar um mapa para o seu futuro", conclui o cineasta.

Recentemente, Cameron anunciou que o DVD de "Avatar" será lançado em 22 de abril, data que se comemoram os 40 anos do Dia Mundial da Terra. Na ocasião, uma campanha mundial espera ver plantadas 1 milhão de árvores em todo o mundo.
 

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade