97% das tarifas bancárias têm redução em 16 meses, diz Anefac

Pesquisa realizada pela Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças) aponta que, das 31 tarifas cobradas pelo sistema financeiro, 30 delas foram reduzidas, o que representa 97%. O levantamento considera as tarifas cobradas de pessoa física entre 1º de maio de 2008 e 31 de agosto de 2009. De acordo com Miguel de Oliveira, vice-presidente […]

28/09/2009 16h26, Por Dilton e Feito

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pesquisa realizada pela Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças) aponta que, das 31 tarifas cobradas pelo sistema financeiro, 30 delas foram reduzidas, o que representa 97%. O levantamento considera as tarifas cobradas de pessoa física entre 1º de maio de 2008 e 31 de agosto de 2009.

De acordo com Miguel de Oliveira, vice-presidente da Anefac e coordenador da pesquisa de tarifas bancárias, houve redusção dos preços mesmo com inflação acumulada pelo IPCA em 6,67%, O pacote padronizado para pessoa física caiu 54,40%, passando de R$ 31,60 para R$ 14,41, de acordo com a pesquisa.

"Entretanto há variações gigantescas entre os pacotes oferecidos pelos bancos", afirma. O Banco do Nordeste do Brasil, por exemplo, é a instituição financeira que possui o menor preço do pacote de tarifas padronizado com o custo mensal de R$ 13, seguido do Bradesco, com custo mensal de R$ 14,50.

Mas o Citibank, que possui o maior preço do pacote de tarifas padronizado, cobra R$ 44.

Para o economista, a introdução da resolução 3518, de 6 de dezembro de 2007, que disciplinou a cobrança de tarifas bancárias, foi muito positiva. "Anteriormente os reajustes de preços das tarifas eram constantes e acima dos índices de inflação". 
 

Informações da Folha Online

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade