Feira de Santana

3ª Ciretran explica procedimentos para aquisição da placa Mercosul

Nem todos os proprietários de veículos serão obrigados a realizar a troca da placa neste momento.

20/12/2018 19h22, Por Maylla Nunes

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Laiane Cruz

A partir da próxima quarta-feira (26), os veículos novos ou que precisam ser transferidos já passarão a ser emplacados com o novo modelo de placa no padrão do Mercosul. De acordo com o coordenador da 3ª Circunscrição de Trânsito (Ciretran), em Feira de Santana, Silvio Dias, nesta sexta-feira (21), os serviços relacionados a veículos estarão suspensos para readequação do sistema e retornam na quarta já atendendo à nova determinação.

“Todos os veículos novos que fizerem o primeiro emplacamento já deverão, a partir do dia 26, estarem utilizando as placas no novo padrão e também aqueles veículos que fizerem transferência serão obrigados de imediato a trocarem para o padrão Mercosul. Pra que isso realmente se efetive, o Detran estará suspendendo os serviços a partir de sexta-feira, dia 21, ao meio-dia, para serviços de veículos e continuará funcionando para outros serviços. Mas para serviços de veículos estará suspenso, para adequar o sistema e poder fazer a comunicação com outros estados e assim no dia 26 voltar à normalidade já com a obrigatoriedade desse novo modelo de placas. A partir de então não serão mais fabricadas no antigo modelo. Todas deverão seguir o novo padrão”, explicou Silvio Dias.

Ele afirmou que neste período de final de ano, há um aumento na procura pelos serviços do Detran, mas acredita que com a estrutura que o órgão possui atualmente não haverá nenhum problema nos atendimentos.

“Mas é importante que as pessoas que necessitam realizar transferências ou precisam comprar veículos se atentem a esse prazo, porque a partir de sexta-feira, meio-dia, todos os serviços só serão iniciados com o novo modelo da placa Mercosul. No caso do procedimento de transferência, os requisitos são de uma transferência normal, como DUT preenchido, RG e também o comprovante de residência.”

Valores

O coordenador da Ciretran falou ainda sobre os valores que deverão ser cobrados pela instalação das novas placas Mercosul. Segundo ele, o Detran credencia empresas especializadas que fazem esse serviço, e por ser um serviço fornecido por empresas privadas não há como se estipular o preço.

“Espera-se que fique em torno de R$ 240 a R$ 250 o valor da placa, que hoje está em torno de R$ 200. Mas, nem todo mundo precisará fazer essa troca de imediato. A troca é para as pessoas que precisam fazer transferência de veículo e para os veículos novos que já sairão com o novo modelo. Aquelas pessoas que já tem seus veículos não precisarão correr ao Detran para fazer a troca da placa, isso vai se dar gradativamente, à medida que os veículos forem sendo transferidos ou de propriedade ou de município. Agora, em 2023, aqueles veículos remanescentes, que não tiverem feito nenhum tipo de serviço, terão a obrigação de fazer a mudança.”

Somente o procedimento de transferência de propriedade, conforme Silvio Dias, custa hoje em torno de R$ 200, e se também for de município, mais R$ 200. A vistoria no Detran também é cobrada. Para veículos de duas rodas, R$ 70, e quatro rodas, R$ 100.

Segurança

Silvio Dias ressaltou que o Denatran usa como argumento para mudança da placa questões de segurança. A placa com novo padrão teria novos itens que permitiriam sua identificação de forma mais ágil e com isso diminuiria a quantidade de veículos clonados, em função de um controle maior sobre essas placas.

“Além disso, haverá a unificação do banco de dados de todos os veículos que pertencem aos países membros do Mercosul. No momento também a placa que nós temos já está exaurindo o número de letras e combinações possíveis, em função do crescimento da nossa frota, e isso também é utilizado como argumento. Outra coisa que vai nos facilitar o serviço é que não haverá mais necessidade da selagem de placas e também diminuirá a necessidade de prestadores de serviços no Detran”, esclareceu.

Natal Solidário

O coordenador da Ciretran acrescentou que a Ciretran está promovendo uma campanha para ajudar os idosos das casas de apoio de Feira de Santana, como o Lar do Irmão Velho. Roupas, higiene pessoal, sandálias, fraldas geriátricas podem ser doados. “Estamos recolhendo esse material e quem quiser pode trazer à Ciretran ou levar no Derba, onde são realizadas as provas.”

Com informações e fotos do repórter Paulo José do Acorda Cidade.
 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade