Acorda Cidade - Dilton Coutinho

27 de Janeiro de 2022
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Economia

Todas as notícias
Publicado em 06/01/2022 15h03.

Feira do Livro Usado gera economia de até 75% para os pais em Feira de Santana

O coordenador da Feira, Glauber Oliveira Lira, destacou que o evento retornou este ano para o estacionamento da Prefeitura e com boas expectativas de vendas.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Feira do Livro Usado gera economia de até 75% para os pais em Feira de Santana
Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Laiane Cruz

A 15ª edição da Feira de Livros Usados teve início na última terça-feira (4), no estacionamento da prefeitura municipal de Feira de Santana. No ano passado, o evento foi realizado no estacionamento da Farmácia do Caroá, em formato menor, por conta das medidas de restrição contra a pandemia de covid-19.

Com uma lista de livros didáticos em mãos, Luzia Elidalva, mãe de um estudante de 13 anos, informou ao Acorda Cidade que foi à feira porque deseja economizar.

“Estou procurando e já consegui o de português para meu filho de 13 anos. É a primeira vez que compro na Feira do Livro Usado. No dia 1º começam as aulas e a criança precisa”, afirmou.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Sidney Oliveira também resolveu aproveitar as ofertas da Feira do Livro Usado. Segundo, os livros que os filhos necessitam estão em falta nas livrarias e quando encontra são muito mais caros.

“Os preços aqui são mais em conta. Quando encontra em livrarias, os preços são altos. Sempre compro na Feira do Livro Usado, todo ano. Só compro os paradidáticos, pois meus filhos usam módulos. A compra de livros pesa muito no orçamento, é difícil calcular. Porque tem o transporte, alimentação, é muito complicado manter um filho em escola particular”, disse.

O coordenador da Feira, Glauber Oliveira Lira, destacou que o evento retornou este ano para o estacionamento da Prefeitura e com boas expectativas de vendas.

“A Feira começou dia 4 e a previsão de término do evento é na sexta-feira do Carnaval. Tradicionalmente essa é a nossa 15ª edição, já estamos há 15 anos aqui e agradecemos bastante à prefeitura, que sempre nos cede esse espaço, com exceção do ano passado por conta da pandemia.”

Segundo ele, a Feira do Livro gira em torno da Associação de Vendedores de Livros Usados de Feira de Santana, atualmente com 23 associados. A ideia é o reuso do livro, que tem a capacidade e a necessidade de ser reutilizado.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Todo organismo vivo precisa de reuso, assim como o livro. Basta dar vida a ele. Então a ideia é buscar as listas das escolas privadas de Feira de Santana e fazer a circulação dos livros usados: compra, venda e troca das escolas particulares. Nós temos livros didáticos e paradidáticos, desde o ensino infantil até o ensino médio, os mais variados possíveis, da literatura e todas as áreas do conhecimento”, salientou.

A economia para os pais, ele garante que é de no mínimo 50% em relação aos livros novos, até 75%.

Mudanças no mercado

Para o coordenador da Feira do Livro Usado, assim como todos os anos, os vendedores esperam realizar bons negócios. No entanto, o que ele observa é que o mercado de livros físicos vem mudando e perdendo espaço para materiais digitais, o que tem refletido também nas vendas da Feira.

“Existem algumas mudanças no mercado, com os livros digitais, ensino a distância, e o livro físico está perdendo um pouco de espaço, mas ainda persiste. Já tivemos dias melhores com relação à comercialização de livros físicos, basta entender o que está acontecendo com as livrarias. Feira de Santana é uma cidade com mais de 600 mil habitantes e quase não tem livrarias. O livro físico está perdendo força, mas nunca vai deixar de existir. E estamos aí nessa resistência, nessa luta.”

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Glauber Oliveira acredita que é preciso criar e incentivar novos leitores, mas as escolas acabam escolhendo o que vai ser adotado e está sendo mais vantajoso para elas adotarem sistemas de ensino do que livros físicos. O sistema de ensino também possui a parte física, mas só pode ser comercializada dentro da própria instituição. No ano passado, a feira foi tímida. Mas entendemos que de uns quatro anos para cá, a feira vem numa decrescente”, avaliou.

 

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Secretários de Fazenda aprovam congelamento do ICMS sobre combustíveis
Economia

Secretários de Fazenda aprovam congelamento do ICMS sobre combustíveis

Valor venceria no próximo dia 31 e agora vai até 31 de março

Desconto no IPVA 2022 é concedido de forma automática no ato de pagamento
Brasil

Desconto no IPVA 2022 é concedido de forma automática no ato de pagamento

Para quem fizer a quitação até 10 de fevereiro, o valor do imposto será calculado já com o abatimento de ...

Dívida pública pode alcançar até R$ 6,4 trilhões em 2022
Economia

Dívida pública pode alcançar até R$ 6,4 trilhões em 2022

Números foram divulgados pelo Tesouro Nacional.

Vídeo

Covid-19: com poucos funcionários, drive-thru da prefeitura gera longas filas na Ayrton Sena Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta quinta-feira 27.01.22:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram