Acorda Cidade - Dilton Coutinho

28 de Janeiro de 2022
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Toque Esportivo

Todas as notícias
Publicado em 18/12/2021 14h41.

Prática do tênis vem ganhando espaço em Feira de Santana

O esporte tem despertado o interesse de todos os tipos de público, desde crianças a partir dos 5 anos de idade até os idosos com 70
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Prática do tênis vem ganhando espaço em Feira de Santana
Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

Gabriel Gonçalves

O tênis é um esporte praticado entre dois oponentes ou duas duplas em uma quadra dividida por uma rede, onde os jogadores usam raquetes para rebater uma pequena bola de um lado para o outro.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade


Inicialmente, este jogo era praticado com a mão, mas foi no século XVI que a raquete foi inserida como acessório na modalidade esportiva, e a Inglaterra foi o país onde o esporte se tornou mais popular com as atividades relacionadas ao tênis.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade


O esporte vem ganhando cada vez mais espaço em Feira de Santana, a exemplo do tênis de quadra. Praticando há três anos a modalidade, o professor de tênis de mesa e de quadra Leandro Lopes informou à reportagem do Acorda Cidade que a experiência inicial foi apenas uma diversão, mas que já virou rotina semanalmente.

"Como eu jogo tênis de mesa, a gente sempre está em contato com o esporte de raquete, então me interessou conhecer o tênis de quadra também. Dois amigos me convidaram para vir aqui conhecer a academia, comecei brincando como uma diversão mesmo e assim como gosto do tênis de mesa, passei a gostar do tênis de quadra também e até hoje estou praticando", afirmou.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade
 

Praticando as duas modalidades, Leandro explicou que cada uma possui suas peculiaridades, principalmente quando o assunto é reflexo.

"Cada modalidade tem a sua dificuldade. O tênis de mesa, por exemplo, exige um pouco mais de reflexo, principalmente por ser um esporte mais rápido, mas o tênis de quadra também exige a questão da resistência, a parte física e é um esporte que demora mais do que o de mesa, então de fato, cada um possui as suas dificuldades. Aqui, por exemplo, nos faz ganhar muita resistência física, então ficamos mais dispostos, não se cansa com tanta facilidade com as atividades normais do dia a dia, como subir uma escada, subir uma ladeira e pelo fato de estar praticando o tênis, nos deixa mais preparado", afirmou.

De acordo com o coordenador da academia, Klay Murillo, o esporte tem despertado o interesse de todos os tipos de público, desde crianças a partir dos 5 anos de idade até os idosos com 70.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade


"Aqui na academia nós temos crianças a partir dos 5 anos de idade e o pessoal com a idade mais avançada, temos por exemplo atletas com mais de 70 anos, até porque o tênis de quadra possui um conjunto de regras bem complexo, mas o principal é passar a bola por cima da rede fazendo com que caia dentro do espaço do atleta adversário não dando a oportunidade dele rebater. Com isso, podemos dizer que não há restrição de idade aqui, o tênis é um esporte que possibilita a qualquer um participar", disse.

Ainda segundo o Klay, o público de Feira de Santana está buscando, cada vez mais, inserir o esporte na rotina do dia a dia. Para o coordenador, a prática possibilita diversos benefícios à saúde física.

"O público daqui de Feira está buscando essa prática cada vez mais e, a cada ano que passa, estamos conseguindo mais adeptos para este esporte. Essa prática inclui diversos benefícios para uma pessoa, como o ganho de massa muscular, condicionamento aeróbico, controle da hipertensão e ajuda a dirimir diversos riscos de doenças. Quando a gente fala sobre reflexos, isso é natural, mas claro que cada um dentro da sua individualidade. Uma pessoa mais jovem, com toda certeza, terá o reflexo e a agilidade maior comparada a uma pessoa com 70 anos, por exemplo, mas isso não impossibilita na prática da atividade", destacou.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade
 

Ainda que o tênis esteja fazendo parte da rotina de muitos feirenses, Klay Murillo explicou que todos os esportes deveriam ter o mesmo destaque que o futebol tem no Brasil. Segundo ele, é preciso ter mais incentivo e políticas públicas.

"Seria interessante que todos os esportes pudessem ter um incentivo, um destaque assim como tem o futebol. Aqui em Feira de Santana, por exemplo, não temos nenhuma quadra pública para que as pessoas possam jogar tênis sem precisar pagar. Temos até uma quadra lá na Uefs que foi construída há cerca de 30 anos e atualmente está em péssimas condições, impossibilitando qualquer pessoa de jogar. Então faltam políticas públicas dos órgãos municipal, estadual e federal para que possam fomentar esse tipo de modalidade esportiva, que não é só o futebol. Infelizmente por essa falta dos espaços públicos, a impressão que dá é que o tênis é um esporte elitizado", destacou.

Tênis de Mesa

Antes de ser denominado como tênis de mesa, o esporte era conhecido simplesmente como ping-pong, uma modalidade adaptada ao tênis de quadra, onde consiste na disputa de pontos entre jogadores que golpeiam a bola com raquetes sobre a mesa.

O comerciante Augusto César, de 56 anos, já pratica o esporte há pelo menos 5 anos. Ao Acorda Cidade, ele contou que na primeira visita feita na Associação, a admiração pelo esporte foi tão grande que decidiu retornar nos outros dias.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade
 

"Eu conheci esse espaço aqui através de um amigo, ele já praticava e eu não imaginava que tinha uma Associação aqui em Feira. Combinei com ele, vim e depois desse dia, nunca mais quis sair. Depois que eu iniciei a prática, muita coisa mudou na minha vida, principalmente pela minha saúde. Eu era um pouco mais obeso, cheguei a pesar 138kg, hoje estou com 115kg, apenas praticando o tênis de mesa, controlei a minha diabete, a pressão alta, e até o estresse do dia a dia, você consegue eliminar aqui", explicou.

De acordo com Augusto, a prática faz tão bem que três vezes por semana 'bate o ponto' na Associação.

"No mínimo, três vezes por semana eu estou por aqui, porque realmente, o tênis de mesa é maravilhoso, é um esporte inclusivo, um esporte que crianças e adultos podem praticar e tenho certeza que quem vier aqui pela primeira vez, estaremos acolhendo de braços abertos", disse.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade
 

Segundo Thiago Firmino, um dos coordenadores da Associação Feirense de Tênis de Mesa, a modalidade não exige do competidor que tenha um bom condicionamento físico e destacou a participação de crianças, jovens, adultos e até idosos.

"O tênis de mesa pode ser jogado da forma simples ou em dupla, porque o jogo consiste basicamente em colocar a bola na mesa adversária sem que ela consiga devolver. Este é um esporte bem amplo e mais interessante para se jogar, porque ele não exige condicionamento físico, não exige tanta preparação e qualquer pessoa pode jogar. Aqui por exemplo temos todas as faixas etárias, como crianças, jovens adultos e idosos de 70, 80 anos de idade", afirmou.

Para Thiago, muita gente nem conhece o Tênis de Mesa como um esporte, acreditam que é mais uma modalidade como diversão do final de semana. Mas segundo ele, o esporte vem crescendo no município e sendo aceito pelas pessoas.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

"O tênis de mesa como esporte, não é tão conhecido assim, muita gente nem sabe que realmente é um esporte, porém, por ser popular e chamam de ping-pong, muitas pessoas praticam como diversão, e a gente observa isso muito em condomínios, em casa, mas a modalidade vem crescendo aqui em Feira e já temos quatro espaços aqui na cidade que o pessoal está aderindo. É um esporte que trabalha muito com os movimentos, reflexos, e dizem que é a modalidade que mais trabalha todo o corpo", frisou.

Ainda de acordo com Thiago, a falta de visibilidade faz com que o esporte fique apagado em relação às outras modalidades.

"O tênis de mesa ainda sofre com os outros esportes por essa falta de divulgação, porque realmente as pessoas buscam aqueles esporte mais conhecidos, mas uma divulgação maior, ajudaria as pessoas a conhecerem e tenho certeza que apenas nesse conhecimento, fica difícil alguém sair daqui e não querer mais retornar. Aqui mesmo, temos todos os materiais que o competidor precisa utilizar e caso a pessoa tenha o interesse de comprar o próprio material, também não há nenhum problema", concluiu.

Beach Tennis

A nova modalidade também é conhecida como tênis de areia e mistura o vôlei de praia, tênis e badminton (esporte parecido com o tênis, mas que no lugar da bola, é utilizada uma espécie de peteca).

Ainda que Feira de Santana não tenha praia, é possível adaptar o esporte dentro de quadras esportivas, dando a possibilidade dos feirenses praticar a modalidade.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

É o caso do dentista Almiro Vasconcelos que há aproximadamente um ano, já incluiu o esporte dentro da rotina semanal. Segundo ele, a prática começou em chácaras, até que quadras específicas fossem criadas no município.

"Nosso grupo começou jogando nos condomínios, chegamos até jogar em uma chácara de um amigo, ele construiu duas quadras e depois o pessoal viu a real necessidade de ter um ambiente, como um clube específico aqui em Feira. Sempre que a gente viaja e conversa com outras pessoas, vemos que o esporte já virou tendência em todo o Brasil e existem inúmeras arenas para este esporte", contou Almiro ao Acorda Cidade.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

Para Almiro, o esporte é tão contagiante que pode ser considerado como vício. Segundo ele, se pudesse, todos os dias estava praticando a modalidade.

"A gente brinca que é altamente viciante porque é muito gostoso de se jogar. Então contempla as pessoas mais novas, as pessoas mais velhas, seja aquela pessoa que tenha um condicionamento físico bom ou não, mas o importante é que todo mundo brinca, se diverte. Claro que temos aqueles amigos que já possuem uma boa desenvoltura e com o tempo, isso é normal. Mas se deixar, a gente joga de domingo a domingo aqui na arena para bater nosso ponto", destacou.

Sócio do espaço, Adriano Dórea, informou a reportagem do Acorda Cidade que teve o primeiro contato com o esporte no ano de 2020. Segundo ele, o conhecimento com o tênis tradicional foi de grande importância, pois agregou no interesse em montar um projeto novo na cidade.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade
 

"Eu conheci o esporte no ano de 2020, comecei a montar grupos, fizemos uma quadra, tudo começou com quatro pessoas, depois aumentou para vinte, trinta, eu já venho de uma família que pratica o tênis, vi as pessoas jogando em outras cidades e foi aí que eu me identifiquei. Trouxe para Feira com o intuito de brincar, mas aí o sonho foi aumentando e criamos esta arena que deu muito certo", explicou.

Segundo Adriano, apenas no primeiro dia de aula, as pessoas começam a pegar a prática do esporte, sejam crianças e até mesmo, idosos.

"O beach tennis é o esporte mais democrático do Brasil, porque você consegue jogar com todas as idades, temos alunos de 6 à 75 anos de idade e o maravilhoso do esporte, é justamente porque ele é tecnicamente fácil. No primeiro dia de aula, você já consegue jogar, então as pessoas ficam apaixonadas e o esporte tem 70% de menos lesões do que o tênis normal. É um esporte mais lúdico e como é na areia, possui um desgaste calórico maior, além disso, previne as doenças cardiovasculares, respiratórias e só traz benefícios para a saúde", destacou.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade
 

Ainda de acordo com Adriano Dórea, ao contrário do tênis tradicional, o Beach Tennis, não necessita de muito material para praticar, ao exemplo de um tênis confortável, pois o competidor pode jogar descalço.

"Hoje já temos cerca de 200 alunos aqui na arena, e nosso projeto é poder aumentar até o final do ano. Ao contrário do tênis, as pessoas podem comparecer aqui que disponibilizamos todos os materiais, como a raquete e a bola, porque os competidores podem jogar com roupa de academia e descalço. Infelizmente existe o preconceito, mas o beach tennis é diferente, as pessoas estão migrando do tênis tradicional, mas garanto que não é um esporte elitizado", concluiu.
 

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Geraldo Lantyer é anunciado como novo preparador físico do Fluminense de Feira
Fluminense de Feira

Geraldo Lantyer é anunciado como novo preparador físico do Fluminense de Feira

O anúncio do novo contratado do clube foi feito pelo presidente do Fluminense, Zé Chico.

Palmeiras sobra diante do Santos e fatura título inédito da Copinha
Copa SP Futebol Júnior

Palmeiras sobra diante do Santos e fatura título inédito da Copinha

Com início acachapante, Verdão abriu 3 a 0 com 15 minutos de jogo.

Vídeo

Covid-19: com poucos funcionários, drive-thru da prefeitura gera longas filas na Ayrton Sena Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 28.01.22:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram