Acorda Cidade - Dilton Coutinho

26 de Janeiro de 2022
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Educação

Todas as notícias
Publicado em 03/12/2021 09h28.

Educação Básica brasileira apresentou melhorias, aponta pesquisa internacional

País, no entanto, falhou no tópico educação indígena.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Educação Básica brasileira apresentou melhorias, aponta pesquisa internacional
Foto: Divulgação

Agência Educa Mais Brasil

O ensino da educação básica no Brasil ficou acima da média entre 16 países da América Latina e Caribe, conforme o Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Erce) 2019, divulgado nessa semana. O avanço foi percebido nas séries do 4º e do 7º ano do ensino fundamental. O estudo registrou melhoria do país em todas as áreas avaliadas (leitura, escrita, matemática e ciências naturais), em comparação ao monitoramento anterior, realizado em 2013.

Conforme o relatório, o acesso à educação pré-escolar, os dias de estudo semanais, o envolvimento da família e expectativas dos pais contribuíram para os melhores resultados na aprendizagem. Contudo, observou-se a necessidade de aprimorar os mecanismos equitativos que promovam a aprendizagem entre os indígenas.

Em relação ao corpo docente e às práticas associadas aos maiores resultados, a pesquisa identificou que foram fundamentais para esse crescimento o interesse pelo bem-estar dos estudantes, o apoio à aprendizagem do aluno, as expectativas acadêmicas dos professores em relação aos estudantes e a organização e planejamento do ensino.

“O Brasil tem o desafio urgente de gerar um plano de desenvolvimento do sistema educacional, fortalecer o quadro institucional para dar os próximos passos com a prioridade de avançar em direção a uma educação mais inclusiva e equitativa. Além disso, reconhecer a importância da igualdade de gênero e da diversidade cultural e propiciar oportunidades educacionais para que todas e todos os estudantes contem com as aprendizagens fundamentais para o seu desenvolvimento”, comentou Carlos Henríquez, coordenador do Laboratório Latino-americano de Avaliação da Qualidade da Educação (LLECE), que conduziu a pesquisa.

O Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Erce) foi feito com 8.871 estudantes brasileiros, sendo 4.522 do 4º ano e 4.349 do 7º. Foram publicados os relatórios nacionais, com informações específicas sobre o desempenho dos estudantes em cada país, e regional, com dados de todos os países participantes e uma perspectiva de análise comparada.

Ao todo, o Erce 2019 avaliou 160 mil alunos de 4º e 7º ano do ensino fundamental ou séries equivalentes em escolas nos países participantes. Foram eles: Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Pais de estudantes são contra municipalização de escola no bairro Gabriela
Feira de Santana

Pais de estudantes são contra municipalização de escola no bairro Gabriela

De acordo com a assistente administrativa Maria Helena, os pais solicitam há muitos anos a implantação do e...

Escolas municipais vão seguir novas recomendações de isolamento do Ministério da Saúde
Educação

Escolas municipais vão seguir novas recomendações de isolamento do Ministério da Saúde

Unidades de ensino só devem suspender as atividades por completo em casos específicos.

Vídeo

Incêndio atinge depósito de construtora no bairro SIM Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta terça-feira 25.01.22:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram