Acorda Cidade - Dilton Coutinho

19 de Janeiro de 2022
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Brasil

Todas as notícias
Publicado em 26/11/2021 16h01.

Mudança de carreira e aumento de renda motivaram busca por cursos on-line

Comportamento foi observado entre os "millenials”.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Mudança de carreira e aumento de renda motivaram busca por cursos on-line
Foto: Divulgação

Agência Educa Mais Brasil

A maioria dos interessados em cursos on-line buscou esse tipo de formação a distância e de curta duração com o objetivo de mudar de carreira e aumentar renda. É o que apontou pesquisa divulgada nessa semana pela Hortmart, plataforma que oferece aulas e outros produtos digitais como e-books e mentorias, que mapeou o perfil dos consumidores dos cursos pela internet.

De acordo com dados da pesquisa, dois terços do público consumidor de cursos on-line são mulheres, cuja faixa etária predominante é de pessoas entre 25 e 34 anos, os chamados "millenials". Os principais temas de interesse desse público, segunda a pesquisa, estão relacionados às áreas de finanças e negócios; marketing e vendas; carreira e desenvolvimento pessoal.

Para 93% dos entrevistados, os cursos os ajudaram ou estão ajudando na transição de carreira. Nesse contexto, 38% citaram querer aumentar a renda ou salário atual como a principal motivação. Já 35% afirmaram que queriam gerar uma nova renda ou renda extra. Para 15% a busca foi para mudar de área de atuação e para 9%, trocar de carreira. Já aqueles que procuraram um curso on-line para ter mais conhecimento sobre um novo assunto ou tema foram 44%.

Ainda conforme a pesquisa, 85% das pessoas entrevistadas afirmaram que atingiram total ou parcialmente seus objetivos, enquanto cerca de 68% respondeu que foi possível alcançar pelo menos em parte os objetivos financeiros que os levaram a fazer o curso, e cerca de metade declarou ter aumentado a renda depois de fazer o curso.

Pessoas das classes B e C são as que mais se destacam entre os consumidores de cursos on-line, representando 80% do total. Desses, pelo menos 72% possuem o ensino superior completo.

Para a vice-presidente de marketing da Hotmart, Nathalia Cavalieri, o mercado dos cursos on-line tem ganhado cada vez mais relevância, especialmente com a pandemia. “Como a necessidade do isolamento social fez com que as pessoas e empresas se adaptassem aos eventos, trabalhos e reuniões on-line, isso se estendeu também para a área da educação”, destaca.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Brasil bate recorde de casos diários de covid-19 com 204,8 mil
Brasil

Brasil bate recorde de casos diários de covid-19 com 204,8 mil

Infectados pelo novo coronavírus totalizam 23,4 milhões

Ivete Sangalo e Anitta entram para lista de artistas mais premiadas da história
Famosos

Ivete Sangalo e Anitta entram para lista de artistas mais premiadas da história

Na lista, as brasileiras dividem espaço com nomes como Michael Jackson, Madonna, Beyoncé, Lady Gaga e Britne...

Faustão testa positivo para Covid-19 e cancela gravações de programa
Brasil

Faustão testa positivo para Covid-19 e cancela gravações de programa

Apesar das gravações suspensas, programa tem material gravado para ir ao ar.

Vídeo

Com sonho de ser jogador de futebol, feirense de 9 anos usa a criatividade para treinar em casa Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta terça-feira 18.01.22:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram