Acorda Cidade - Dilton Coutinho

08 de Dezembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Economia

Todas as notícias
Publicado em 23/10/2021 16h24.

Ministério reitera que horário de verão não resulta em economia de energia

Medidas adotadas são suficientes para os períodos seco e úmido
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Ministério reitera que horário de verão não resulta em economia de energia
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Acorda Cidade

Um novo estudo encomendado pelo Ministério de Minas e Energia reitera avaliação anterior de que a adoção de horário de verão não resulta em “economia significativa de energia”, e que as medidas adotadas pelas autoridades do setor são suficientes para garantir o fornecimento de energia.

Em nota, o ministério informa que “considerando análises técnicas devidamente fundamentadas, o MME entende não haver benefício na aplicação do horário de verão e que as medidas tomadas pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) e pela Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (CREG) têm se mostrado suficientes para garantir o fornecimento de energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional de energia elétrica (SIN) na transição do período seco para o período úmido”.

De acordo com a pasta, a aplicação do horário de verão “não produz resultados na redução do consumo nem na demanda máxima de energia elétrica ou na mitigação de riscos de déficit de potência. Além disso, na avaliação mais recente das condições de atendimento eletroenergético do SIN, realizada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para este mês de outubro, verifica-se que o sistema se encontra com recursos energéticos suficientes para o adequado atendimento à potência”.

O MME acrescenta que, segundo os novos estudos, a redução observada no horário de maior consumo (entre as 18 e 21h) acaba sendo compensada pelo aumento da demanda em outros períodos do dia, em especial no início da manhã. “Pelas prospecções realizadas pelo ONS, não haveria impacto sobre o atendimento da potência, pois o horário de verão não afeta o consumo no período da tarde, quando se observa a maior demanda do dia”, complementa a nota.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Confira dicas para economizar nas decorações natalinas
Mês Natalino

Confira dicas para economizar nas decorações natalinas

Com bandeira tarifária vermelha patamar 2, toda economia é bem-vinda, principalmente durante verão, quando ...

Pequenos negócios geraram quase 80% das vagas de trabalho em outubro
Economia

Pequenos negócios geraram quase 80% das vagas de trabalho em outubro

Levantamento é do Sebrae, com base em dados do Caged

Resolução recomenda INSS a fixar teto de juros para empréstimo consignado
Economia

Resolução recomenda INSS a fixar teto de juros para empréstimo consignado

O documento está publicado hoje no Diário Oficial da União

Vídeo

Corpo de Bombeiros explica como agir em caso de anéis presos em dedos Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta terça-feira 07.12:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram