Acorda Cidade - Dilton Coutinho

27 de Novembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 23/10/2021 11h24.

Estudante de medicina autuado por exercício ilegal da profissão é liberado em audiência de custódia

O jovem responderá o processo em liberdade pelos crimes de falsidade ideológica, com pena que varia de 1 a 5 anos de prisão, e exercício ilegal da medicina, cuja detenção pode variar entre seis meses e dois anos.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Estudante de medicina autuado por exercício ilegal da profissão é liberado em audiência de custódia
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade | Complexo de Delegacias

Laiane Cruz

O estudante de medicina que foi autuado em flagrante pela polícia civil, na manhã de ontem (22), enquanto realizava atendimentos de forma ilegal, em um hospital particular de Feira de Santana, foi liberado na noite de ontem após participar de uma audiência de custódia, no Fórum Filinto Bastos.

O jovem responderá o processo em liberdade pelos crimes de falsidade ideológica, com pena que varia de 1 a 5 anos de prisão, e exercício ilegal da medicina, cuja detenção pode variar entre seis meses e dois anos.

De acordo com o delegado Alisson Carvalho, que acompanha o caso, documentos obtidos na investigação comprovam que o acusado prescrevia exames e receitas médicas utilizando o carimbo do CRM (Conselho Regional de Medicina) de outro médico da unidade, que é seu padrasto.

Após ser flagrado em atendimento, o jovem foi conduzido ao Complexo Policial do bairro Sobradinho, onde prestou depoimento e alegou que atuava como estagiário há um ano no hospital sob a supervisão do familiar.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

O caso estava sendo investigado pela 1ª Coordenadoria da Polícia Civil, após a informação ter sido passada à delegacia pelo vereador Emerson Minho (DC), que preside a Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Feira de Santana, o qual recebeu denúncias de pacientes que haviam sido atendidos pelo estudante no hospital.

O delegado reforçou que utilizar o registro profissional de outra pessoa para atuar em determinada profissão, ainda que seja de um parente, tal ação se configura crime.

“Se o carimbo é de outra pessoa, seja do padrasto dele ou de qualquer outra pessoa, e alguém assina se passando por aquilo, seja de médico ou qualquer outra profissão, é justamente aí que se caracteriza o crime de falsidade ideológica. E pode se constatar que o documento é verdadeiro. O que foi incluído aqui no documento, no caso as receitas e prescrições de exames a serem realizados. E aqui é onde está justamente caracterizado o crime de falsidade ideológica, poderia ser o irmão, o padrasto, isso pouco importa. Por isso ele está sendo autuado em flagrante. Se ele não tivesse feito essas prescrições, que é o crime de exercício ilegal da medicina, seria feito um termo circunstanciado de ocorrência”, explicou.

O delegado Alisson Carvalho concluiu informando que a investigação irá agora buscar ouvir o depoimento de outros pacientes e tem um prazo de 10 dias para concluir o inquérito, caso o autuado em flagrante permaneça preso por decisão judicial.

“Caso o juiz determine o alvará de soltura, temos 30 dias para concluir o inquérito policial e remeter para a Justiça. Nesse momento não foi arbitrada a fiança, em razão das penas terem ultrapassado os quatro anos e depende apenas da decisão judicial ele permanecer preso ou se irá responder o processo em liberdade”, concluiu.

 

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.

 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Idoso e homem de 33 anos são presos por estupro de adolescentes; todos são da mesma família
Polícia

Idoso e homem de 33 anos são presos por estupro de adolescentes; todos são da mesma família

Um terceiro envolvido nos crimes também teve a prisão decretada e está sendo procurado. Ele é o pai de uma...

Suspeitos de estelionato com Pix são presos em Serrinha
Polícia

Suspeitos de estelionato com Pix são presos em Serrinha

Os suspeitos estão à disposição do Poder Judiciário.

Homem é flagrado com revólver e 1 Kg de cocaína; supeito vendia drogas em condomínio
Feira de Santana

Homem é flagrado com revólver e 1 Kg de cocaína; supeito vendia drogas em condomínio

A droga foi encontrada durante um cumprimento de mandado de busca, expedido contra um suspeito de vender os en...

Vídeo

Persistência: vendedor de água mineral passa em concurso da PM Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 26.11:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram