Acorda Cidade - Dilton Coutinho

17 de Janeiro de 2022
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 18/10/2021 16h41.

Clubes dos comerciários têm público abaixo do esperado no dia da categoria

No clube do Sesc, a expectativa era que um público de mil pessoas comparecesse ao local, conforme permite o decreto municipal.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Clubes dos comerciários têm público abaixo do esperado no dia da categoria
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Laiane Cruz

O clube do Sesc, localizado no bairro Tomba, encerrou nesta segunda-feira (18) a programação de atividades recreativas e esportivas, em comemoração do Dia do Comerciário, com show musical do cantor Jean Santana.

A expectativa era que um público de mil pessoas comparecesse ao local, conforme permite o decreto municipal. No entanto, a quantidade de frequentadores não atendeu o esperado, devido ao fechamento da piscina, em obediência às medidas de enfrentamento ao coronavírus, determinadas pela prefeitura.

Foto: Paulo José/ Acorda Cidade

De acordo com a gerente do Sesc, Ana Siomara, o clube do Sesc tem seguido rigorosamente os decretos municipais, mas espera que haja a liberação das piscinas em breve, para que o público retorne.

“O nosso grande atrativo aqui na unidade é a piscina. Com a cidade muito quente, é uma fonte de lazer que realmente o público adere bastante. Como as piscinas ainda estão fechadas, o público não deu grande adesão, mesmo com a programação esportiva, educativa e cultural. A falta da piscina é um impeditivo para a vinda do público, especificamente das famílias, com crianças e idosos, pois mesmo com outras programações, quando chegam aqui, acabam indo embora”, afirmou.

Ela ressaltou que a queda do número de frequentadores traz perdas financeiras e prejudica também a produção cultural da entidade.

Foto: Paulo José/ Acorda Cidade

“Isso significa perdas em todos os sentidos, da nossa produção social, perda de receitas, do nosso grupo, a clientela preferencial, e o Sesc acaba sendo um grande espaço de lazer na cidade. Então estamos aguardando os novos decretos. Hoje nossa expectativa era de mil pessoas. Estamos sempre dialogando com o secretário, para ter uma ideia de quando esse decreto será publicado, e a expectativa é que no próximo decreto essa abertura já aconteça”, disse.

Mas, segundo Ana Siomara, apesar do número menor, a programação terminou com um saldo positivo.

“No momento da atração, o público compareceu e foi um show bastante animado, com Jean Santana. Seguindo o decreto nós poderíamos ter um público de até mil pessoas e estávamos com essa expectativa, com o fechamento das piscinas tivemos 350 pessoas no total. Com as piscinas abertas arrecadávamos em torno de 10 a 12 mil reais num feriado como este. Hoje ainda não fiz o fechamento, mas com esse público devemos chegar somente a 2 mil reais. Nossa expectativa era maior, mas como o dia está muito quente e ensolarado e a piscina não está aberta, o público acaba se retraindo”, avaliou.

Foto: Paulo José/ Acorda Cidade

No Clube dos Comerciários, localizado no bairro SIM, o dia da categoria também foi comemorado com diversas atrações, entre elas a banda Audácia Pura. Pela manhã, assim como no clube do Sesc, o movimento foi tímido, se intensificando mais a partir do meio-dia, com proximidade do horário do show e a abertura das piscinas infantil e adulto.

O presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio, Antônio Cedraz, informou que tomou a decisão de abrir as piscinas, seguindo a recomendação do decreto estadual.

“A gente esperava mais comerciários, mas entendemos que o impasse do governo (municipal) não ter liberado as piscinas acabou prejudicando. A gente entendeu que deveria liberar seguindo o decreto do estado, e nosso jurídico orientou que o fizesse. Então liberamos e melhorou mais o clima, mas poderia ter sido melhor. Mas no próximo fim de semana vai estar tudo liberado e espero que o pessoal volte. Foi uma festa bacana e as famílias se divertiram. Todo domingo vai ter uma banda aqui, um som ao vivo. Tá todo mundo funcionando, então não tem lógica a gente ficar isolado de toda a comunidade”, justificou Antônio Cedraz.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Feira de Santana

Diretoria da OAB Feira se reúne com representantes do BRB para discutir situação dos depósitos judiciais

O BRB é o atual ente responsável pelos depósitos judiciais, fianças e recursos destinados ao pagamento de ...

Sindicato dos Bancários alerta para alto número de infectados com covid-19 nas agências
Feira de Santana

Sindicato dos Bancários alerta para alto número de infectados com covid-19 nas agências

O sindicato vem cobrando dos bancos que adotem protocolos de segurança sanitários mais rígidos

Campanha Natal de Prêmios sorteia carro 0km e vales-compras de 1 mil; confira os ganhadores
Feira de Santana

Campanha Natal de Prêmios sorteia carro 0km e vales-compras de 1 mil; confira os ganhadores

Em entrevista ao Acorda Cidade, o diretor da CDL, Roberto Lima, considerou a campanha um grande sucesso e para...

Vídeo

Aos 71 anos, morador de Feira de Santana viaja a pé para Salvador Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 14.01:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram