Acorda Cidade - Dilton Coutinho

23 de Outubro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 12/10/2021 14h56.

'Para ser pátria amada não pode ser pátria armada', diz Arcebispo em missa

Dom Orlando Brandes também pediu 'uma República sem mentira e sem fake news'.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
'Para ser pátria amada não pode ser pátria armada', diz Arcebispo em missa
Foto: Reprodução

Acorda Cidade

O arcebispo de Aparecida (SP), Dom Orlando Brandes, afirmou nesta terça-feira (12) que "para ser pátria amada não pode ser pátria armada" durante a missa das 9h, a principal do dia no santuário.

"Para ser pátria amada, seja uma pátria sem ódio. Para ser pátria amada, uma república sem mentira e sem fake news. Pátria amada sem corrupção. E pátria amada com fraternidade. Todos irmãos construindo a grande família brasileira", disse o religioso durante o sermão.

"Pátria amada" é o slogan do governo de Jair Bolsonaro. Brandes não o citou, mas o presidente é favorável ao armamento da população e é investigado em inquérito sobre disseminação de informações falsas que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

No sermão, o Brandes lamentou as mais de 600 mil mortes por Covid e defendeu a vacina e a ciência – ao longo da pandemia, Bolsonaro defendeu medicamentos comprovadamente ineficazes contra a doença e questionou a eficácia das vacinas.

"Mãe Aparecida, muito obrigado porque na pandemia a senhora foi consoladora, conselheira, mestra, companheira e guia do povo brasileiro que hoje te agradece de coração porque vacina sim, ciência sim e Nossa Senhora Aparecida junto salvando o povo brasileiro."

Os ministros da Cidadania, João Roma, e da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, acompanharam a cerimônia durante a manhã.

Brandes citou, ainda, a fome, lembrando o caso de brasileiros que buscam restos de carne em ossos pra se alimentar. E pediu união.

"Quero pedir que cada um de nós abrace o Brasil. Abrace o nosso povo. A começar pelo povo mais original, vamos abraçar os nossos índios, primeiro povo dessa terra. Vamos abraçar os negros, que logo vieram fazer parte desta terra. Vamos abraçar os europeus que aqui chegaram."

Questionado se o sermão era um recado para Bolsonaro, Brandes disse que que era uma mensagem "para todos os brasileiros".

"Respeitamos as autoridades mesmo discordando e falamos com a doutrina da igreja. Nós estamos quebrando a aliança com o ódio e a corrupção e para confirmarmos a nossa República e a democracia."

Histórico de críticas
Em 2020, Dom Orlando Brandes criticou a volta da impunidade e também as queimadas em biomas como Amazônia e Pantanal. Já em 2019, o sermão criticou o "dragão do tradicionalismo" e disse que a "direita é violenta e injusta".

Fonte: G1 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Stpac vai assumir emergencialmente quatro linhas rurais da empresa Rosa
Feira de Santana

Stpac vai assumir emergencialmente quatro linhas rurais da empresa Rosa

SMTT solicita aos usuários que adquiriram créditos de passagem no cartão Via Feira que compareçam nos pont...

Viadutos serão interditados parcialmente no final de semana
Feira de Santana

Viadutos serão interditados parcialmente no final de semana

Medida é necessária para execução de serviços

Biblioteca de Bonfim de Feira ganha quase 2 mil livros
Feira de Santana

Biblioteca de Bonfim de Feira ganha quase 2 mil livros

Doações foram feitas pelo Rotary Club Portal do Sertão

Vídeo

Comerciantes dizem que podem voltar à Sales Barbosa se não houver diálogo com o prefeito Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 22.10:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram