Acorda Cidade - Dilton Coutinho

23 de Outubro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 11/10/2021 16h13.

Mãe de bebê feito refém em Salvador diz que marido viajava e revela tensão

Crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (11), no bairro de Dom Avelar. Polícia disse que suspeito fugia após desentendimento com pessoas no bairro e confessou ter invadido imóvel com medo de morrer.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Mãe de bebê feito refém em Salvador diz que marido viajava e revela tensão
Foto: Reprodução/TV Bahia

Acorda Cidade

A mãe do bebê de cinco meses que foi feito refém dentro da casa da própria família, na madrugada desta segunda-feira (11), em Salvador, disse que o marido não estava no imóvel no momento da invasão e comentou ter sentido medo quando o homem entrou na residência.

Naiara das Mercês estava com a mãe, a irmã e o garoto, no bairro de Dom Avelar, quando percebeu alguém retirando as telhas da casa. O homem, então, caiu na sala do imóvel e disse que estava com medo de morrer. Segundo a Polícia Civil, ele informou que houve um desentendimento com pessoas no bairro e entrou na casa enquanto fugia.

“Foi terrível. Estávamos eu, minha mãe e minha irmã. A gente achou que era o cachorro. Ele caiu aqui [na sala], botou minha mãe e minha irmã de refém, depois foi meu filho. Foi horrível. Falou que não queria morrer. Que era para chamar a imprensa e a família dele”, disse Naiara.

Ela comentou que estava no local por se sentir mais segura enquanto o marido sai para trabalhar. Davi Gonçalves é músico e voltava de viagem no momento do crime.

A mãe do bebê comentou que o suspeito estava armado com uma faca e liberou as mulheres do imóvel, ficando somente com a criança, trancados dentro de um dos quartos. Ela disse que o momento causou apreensão e despertou uma crise de medo e insônia.

“Eu não desejo isso nem a meu pior inimigo. Não consegui dormir”, declarou.

As mulheres informaram que, enquanto fazia o bebê refém, o homem segurava ele no colo com uma faca na mão. Segundo elas, ele chorava muito. A mãe de Naiara, Valdelice das Mercês, precisou tomar calmantes para tentar diminuir a tensão do momento.

Davi foi avisado por telefone e correu para casa. Com as mulheres já fora do imóvel e tendo chamado a polícia, ele disse que os agentes tentaram acalmar a situação e começaram uma negociação com o suspeito.

“Os policiais mandaram ter calma. O pessoal entrou, conversou com ele. Os parentes vieram e resolveu as coisas. Deu tudo certo, graças a Deus”, disse o pai do garoto.

O menino está bem de saúde. Com a liberação da vítima, o homem foi preso e autuado por cárcere privado, e pode ser condenado de um a três meses de reclusão.

Invasão e cárcere privado

O caso aconteceu na madrugada desta segunda-feira (11), depois que o suspeito invadiu o imóvel no bairro Dom Avelar, em Salvador, e fez refém um bebê de cinco meses. Segundo informações da Polícia Civil, ele fugia de pessoas depois de um desentendimento na região e entrou na residência.

A criança dormia no quarto e ficou trancada com o suspeito, no cômodo, por cerca de duas horas. O homem pediu a presença da esposa e de um primo para que pudesse liberar a criança e se entregar.

Não há nenhum grau de parentesco entre os dois. A Polícia Militar informou que enviou uma equipe da 47ª CIPM, responsável pelo policiamento no bairro, logo após ser comunicada da ação, na Rua dos Jesuítas, na noite de domingo (10). Após negociações, o homem abriu a porta do quarto, se rendeu e entregou a criança.

O suspeito foi levado para a Delegacia Especializada de Repressão a Crime Contra Criança e Adolescente (Dercca), onde foi autuado e está preso, à disposição da Justiça.

 

Fonte: G1

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Acusado de mandar matar pediatra é preso em Barreiras
Bahia

Acusado de mandar matar pediatra é preso em Barreiras

O homem estava com a prisão temporária decretada pela Justiça.

Preso padrinho que abusava da afilhada de 12 anos em Amargosa
Bahia

Preso padrinho que abusava da afilhada de 12 anos em Amargosa

Homem de 66 anos foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável. Ele enviava mensagens com teor sexual, a...

Jovem que atendia ilegalmente como médico diz que atuava em hospital sob supervisão; pena pode chegar a 7 anos de prisão
Feira de Santana

Jovem que atendia ilegalmente como médico diz que atuava em hospital sob supervisão; pena pode chegar a 7 anos de prisão

O caso estava sendo investigado pela 1ª Coordenadoria da Polícia Civil, após a informação ter sido passad...

Vídeo

Comerciantes dizem que podem voltar à Sales Barbosa se não houver diálogo com o prefeito Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 22.10:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram