Acorda Cidade - Dilton Coutinho

27 de Outubro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Toque Esportivo

Todas as notícias
Publicado em 09/10/2021 12h22.

'A sensação é de dever cumprido como uma tarefa realizada com sucesso', destaca atleta feirense campeã brasileira de Jiu-Jitsu

Maria Luiza que conquistou o primeiro lugar na categoria juvenil peso pena.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
'A sensação é de dever cumprido como uma tarefa realizada com sucesso', destaca atleta feirense campeã brasileira de Jiu-Jitsu
Foto: Arquivo Pessoal

Gabriel Gonçalves

No último domingo (3), foi encerrado o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu 2021, organizado pela Comissão Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ), realizado na Arena Coronel Wenceslau Malta, no Parque Olímpico da Vila Militar, Rio de Janeiro.

O município de Feira de Santana foi muito bem representado pelas atletas Maria Luiza que conquistou o primeiro lugar na categoria juvenil peso pena e Pâmela Caetano que ficou em terceiro lugar na categoria peso médio adulto.

Em entrevista ao Acorda Cidade, a feirense Maria Luiza explicou que já pratica o Jiu-Jitsu há cerca de 10 meses e esta é a segunda competição nacional que conquista um espaço no pódio.

"A minha primeira competição foi no Sul-Americano em agosto desse ano, no qual fui vice campeã e agora vencendo o primeiro lugar, eu me sinto com uma sensação de dever cumprido, de que o preço foi pago e a tarefa realizada com sucesso. Sou muito grata a Deus pela oportunidade e também a todos que fizeram parte do processo, a minha família, meus professores, amigos, amigos de treinos e meu patrocinador", destacou.

No momento mais crítico da pandemia, Maria Luiza explicou que os treinos precisaram ser suspensos em virtude do contato entre os atletas, e explicou que para este evento acontecer, os competidores precisaram realizar os testes com até 72h de antecedência da competição.

"Quando estávamos no pico da pandemia, os treinos foram suspensos, mas graças a Deus já voltaram e seguindo sempre com todos os protocolos. Nas competições, nós precisamos realizar um exame testando negativo para a Covid-19 de até 72h e apresentar a carteira de vacinação comprovando pelo menos a primeira dose. Infelizmente no momento de suspensão, os treinos ficaram prejudicados, porque não tem como aprender Jiu-Jitsu on-line, mas agora que retomamos com os treinos, apenas seguir todos os protocolos", disse.

Foto: Reprodução/Instagram/pamelacaetano_m | Atleta Pâmela Caetano

Acompanhando de perto toda trajetória das meninas, o treinador e coordenador da equipe, Samuel Carvalho, destacou que todos os resultados obtidos, são frutos da dedicação que foi empenhada durante os treinos.

Ainda segundo Samuel, é importante que haja políticas públicas para apoiar e promover a visibilidade dos atletas.

Foto: Arquivo Pessoal | Treinador Samuel Carvalho e Maria Luiza

"A nossa sensação é de que o trabalho está sendo feito e que a cada dia, nós estamos evoluindo, não só como atletas competidores, mas também como pessoas. É importante que haja políticas públicas que possam apoiar e promover a visibilidade dos atletas de outras modalidades também. Isso é necessário para o entendimento da população de que o esporte é um agente transformador na vida das pessoas", concluiu.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Decreto amplia para 50% a capacidade de público em estádios na Bahia
Política

Decreto amplia para 50% a capacidade de público em estádios na Bahia

O decreto autoriza, também, o acesso de crianças e adolescentes nos estádios, desde que acompanhados por um...

Atletas baianos conquistam 16 medalhas no Campeonato Brasileiro de Canoagem
Bahia

Atletas baianos conquistam 16 medalhas no Campeonato Brasileiro de Canoagem

Medalharam atletas dos municípios de Itacaré, Ubatã, Ubaitaba e Maraú.

Festival de Futebol Infantil atraiu crianças de 9 e 13 anos ao Joia da Princesa
Esporte

Festival de Futebol Infantil atraiu crianças de 9 e 13 anos ao Joia da Princesa

Débora Nascimento levou o filho Emanoel Nascimento e se sentiu emocionada por ver o filho jogando futebol.

Vídeo

Após manifestação, trânsito fica congestionado no centro de Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta terça-feira 26.10:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram