Acorda Cidade - Dilton Coutinho

08 de Dezembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Economia

Todas as notícias
Publicado em 06/10/2021 14h59.

Cesta básica tem alta em 11 capitais, diz Dieese

As cestas mais baratas estão na Região Nordeste
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Cesta básica tem alta em 11 capitais, diz Dieese
Foto: EBC

Acorda Cidade

Agência Brasil - O custo da cesta básica registrou aumento em setembro na comparação com agosto em 11 das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Segundo o levantamento divulgado hoje (6), as maiores altas foram em Brasília (3,88%) Campo Grande (3,53%), São Paulo (3,53%) e Belo Horizonte (3,49%).

Em relação a setembro de 2020, o preço do conjunto de alimentos básicos subiu em todas as cidades pesquisadas. A elevação dos valores chega a 38,56%, em Brasília, 28%, em Campo Grande, 21,62%, em Porto Alegre, e 19,54%, em São Paulo.

A capital paulista tem a cesta básica mais cara do país, custando R$ 673,45. Em Porto Alegre, o conjunto de alimentos ficou em R$ 672,39, e, em Florianópolis, R$ 662,85. As cestas mais baratas estão na Região Nordeste: Aracaju (R$ 454,03), João Pessoa (R$ 476,63) e Salvador (R$ 478,86).

Em João Pessoa, o custo do conjunto de alimentos teve queda de 2,91% e, em Natal, de 2,9%, ficando em R$ 493,29.

Entre os itens que puxaram as altas, está o açúcar, que teve aumento de preço, em setembro, em todas as capitais, sendo que as maiores altas foram em Belo Horizonte (11,96%), Vitória (11%), Brasília (9,58%) e Goiânia (9,15%). Segundo o Dieese, a falta de chuvas afetou a produção de cana-de-açúcar, reduzindo a oferta do produto.

O café subiu em 16 das 17 cidades pesquisadas, com as maiores elevações de preço em Goiânia (15,69%), Campo Grande (14,79%), Brasília (10,03%) e Natal (9%). O preço do produto tem aumentado devido a alta do dólar, favorecendo as exportações, e o clima desfavorável, com a geada ocorrida em julho.

O óleo de soja teve alta em 15 capitais em setembro na comparação com agosto. A maior elevação foi registrada em Campo Grande (3,4%). De acordo com o Dieese, o aumento está relacionado com crescimento das exportações, especialmente para a China, devido aos problemas de escoamento da produção dos Estados Unidos.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Confira dicas para economizar nas decorações natalinas
Mês Natalino

Confira dicas para economizar nas decorações natalinas

Com bandeira tarifária vermelha patamar 2, toda economia é bem-vinda, principalmente durante verão, quando ...

Pequenos negócios geraram quase 80% das vagas de trabalho em outubro
Economia

Pequenos negócios geraram quase 80% das vagas de trabalho em outubro

Levantamento é do Sebrae, com base em dados do Caged

Resolução recomenda INSS a fixar teto de juros para empréstimo consignado
Economia

Resolução recomenda INSS a fixar teto de juros para empréstimo consignado

O documento está publicado hoje no Diário Oficial da União

Vídeo

Corpo de Bombeiros explica como agir em caso de anéis presos em dedos Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta terça-feira 07.12:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram