Acorda Cidade - Dilton Coutinho

19 de Outubro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Brasil

Todas as notícias
Publicado em 24/09/2021 10h00.

Filha de defensor público, adolescente negra é confundida com pedinte e barrada em shopping em Fortaleza

O pai da adolescente, o defensor público Adriano Leitinho, relatou o caso nas redes sociais. A gerente do estabelecimento pediu desculpas.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Filha de defensor público, adolescente negra é confundida com pedinte e barrada em shopping em Fortaleza
Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

Acorda Cidade

Uma adolescente de 16 anos foi impedida, nesta quarta-feira (22), de entrar em um shopping do Bairro Cocó, em Fortaleza, por uma segurança que pensou que a jovem fosse pedinte. O pai, defensor público, relatou o caso nas redes sociais e considerou como racismo já que a filha é negra.

"Ela [a segurança] disse que eu não podia estar pedindo dinheiro ali e eu não entendi. Eu questionei '[a padaria] está fechada? Não pode mais fazer pedido?'. Aí, ela disse 'não, não pode pedir aqui dentro', aí eu entendi o que ela estava querendo dizer", disse adolescente Mel Campos.

Adriano Leitinho, pai de Mel, acionou a Delegacia da Defesa da Criança e do Adolescente e registrou uma notícia-crime. "Minha filha foi para a Portugália [padaria] para comer. Fiquei de encontrar com ela lá. Quando ela ia entrando, a segurança a abordou dizendo que ela não poderia ficar pedindo ali no shopping”, disse o defensor.

Só depois que a jovem explicou que era cliente conseguiu entrar. "Eu falei: 'não moça, eu sou cliente, eu vim aqui comprar'. Eu tentei explicar a situação, aí ela pediu desculpas, e eu entrei", afirmou Mel.

Mel disse que só percebeu o episódio de racismo depois que conversou sobre o caso com uma amiga, que a alertou para o preconceito que ela sofreu e aconselhou que conversasse com o pai.

O defensor ressalta que mesmo se a garota fosse pedinte a abordagem seria discriminatória.

“A segurança tratou a minha filha como pedinte apenas por ser negra, ligando a cor à pobreza, o que é inadmissível e é racismo. Minha filha estava voltando do jiu jitsu de kimono, com sua mochila nas costas. Não estava pedindo nada a ninguém. E mesmo se estivesse não justificava a abordagem racista e discriminatória”, disse o pai.

A TV Verdes Mares entrou em contato com o Shopping Pátio Portugaleria, e a gerente do local, Lúcia Alves, reconheceu o episódio e disse que se desculpou com o pai e a adolescente.

Lúcia disse ainda que, segundo a segurança, a adolescente ficava correndo entre um posto de combustível e o shopping, por isso, achou que a menina era pedinte. Nesta quinta-feira (23), a funcionária pediu demissão, conforme informou a gerente. "Nós temos 20 anos aqui, e nunca aconteceu nada parecido. Pedimos desculpas pelo acontecimento", declarou a gerente.

 

Fonte: G1

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio de R$ 16,9 milhões
Mega-Sena

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio de R$ 16,9 milhões

É o primeiro sorteio da Mega-Semana da Sorte.

Aposta única leva prêmio de R$ 11,5 milhões da Mega-Sena
Loteria

Aposta única leva prêmio de R$ 11,5 milhões da Mega-Sena

Sortudo fez a aposta na cidade de Santos (SP)

Empreenda! Governo e startup disponibilizam 30 mil vagas gratuitas em cursos de empreendedorismo
Brasil

Empreenda! Governo e startup disponibilizam 30 mil vagas gratuitas em cursos de empreendedorismo

Nova fase do Programaê oferta o maior número de vagas para cursos de desenvolvimento de talentos na área de...

Vídeo

Princípio de incêndio atinge distribuidora de produtos automotivos na Rua Cristóvão Barreto Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta segunda-feira 18.10:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram