Acorda Cidade - Dilton Coutinho

23 de Outubro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Cultura

Todas as notícias
Publicado em 24/08/2021 08h40.

Uyatã Rayra narra 'invasão extraterrestre' em Feira de Santana em novo single

'Cordel da Caixa D'água' já está disponível nas plataformas de áudio
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Uyatã Rayra narra 'invasão extraterrestre' em Feira de Santana em novo single
Foto: Divulgação/ Eduardo Quintela

Acorda Cidade

A história inusitada de um "extraterrestre que tem a nave avariada no espaço aéreo de Feira de Santana" e se vê obrigado a fazer um pouso de emergência é o ponto de partida do single “Cordel da Caixa D’água”, de Uyatã Rayra. A canção foi lançada nesta terça-feira (24) nas plataformas de áudio, por meio do selo Banana Atômica.

Após o pouso forçado, o ET deixa a nave no Tomba – bairro célebre da cidade – e começa a sua empreitada em busca de uma peça para consertá-la: Feira do Rolo, Feiraguay, Feira do Rato e Rua da Aurora são alguns dos pontos por onde passa o forasteiro de outro mundo. “Para além de pensar a história do ET no campo da ficção cômica, a ideia foi construir uma fábula sobre a essência comercial feirense. Mas, não só... Feira é uma hospedaria passageira e perene, esta encruzilhada do mundo”, explica o cantor e compositor.

Ouça agora: https://tratore.ffm.to/uyatarayra

A Caixa D’Água do Tomba é um símbolo emblemático da cidade localizada no agreste baiano, há pouco mais de 100 km de Salvador. “Ela tem o ‘status’ de uma Torre Eiffel. A sua anatomia octogonal lembra uma grande nave espacial. Desde criança criei e escutei histórias fantásticas sobre ET’s que habitavam a Caixa D’Água do Tomba. Soma-se a isto ‘O caso Feira de Santana’”, conta o artista, se referindo a um antigo relato reconhecido na ufologia brasileira sobre a queda de um OVNI na cidade na década de 90.

Do ponto de vista sonoro, o novo single foi construído a partir de experiências musicais que tomaram como base elementos rítmicos e poéticos da cultura nordestina, como o repente, coco de embolada, forró de rabeca e as bandas de pífanos. Estes elementos se revelam principalmente no canto, nas melodias da flauta, no triângulo e no pandeiro.

A composição, parceria de Uyatã Rayra e do produtor musical Pedro Patrocínio, não foi construída obedecendo a estrutura característica do cordel. Ainda assim, a narrativa poética é totalmente influenciada pela literatura de cordel, tendo como marca o humor, o sarcasmo e a ironia, além do uso de gírias popularmente conhecidas na região.

Cordel do Cordel

Em setembro, o “Cordel da Caixa D’água” também será lançado em formato de livreto ilustrado. “Não lançamos a música antes, pois encasquetei que a história era tão lombreira (sic), que merecia um livreto ilustrado. Daí, bati o pé que a canção só seria lançada junto com o livro finalizado”, disse Uyatã.

O trabalho é resultado de uma parceria do artista com o ilustrador Siddhartha Gautama (também autor da capa do single), com produção gráfica de Yohanna Marie. O arquiteto e artista plástico feirense Juraci Dórea e o gravurista pernambucano Gilvan Samico foram as grandes referências no processo criativo.

O projeto tem apoio financeiro da Prefeitura de Feira de Santana através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer via Lei Aldir Blanc, direcionado pela Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

FICHA TÉCNICA

Uyatã Rayra: Voz, coro, cavaquinho, violão sintetizador
Pedro Patrocínio: Voz, coro, baixo, cavaquinho, violão, sintetizador
Brenus Tsokas: Pandeiro, triângulo, clave, ganzá
Maiara Carmo: Coro
Letícia Peixinho: Coro
Lucas Pereira: Bateria
Nilton Azevedo: Flauta

Composição: Uyatã Rayra e Pedro Patrocínio
Produção musical e arranjos: Uyatã Rayra e Pedro Patrocínio
Captação externa: Uyatã Rayra
Mixagem e masterização: Pedro Patrocínio
Técnicos de gravação: Pedro Patrocínio (Estúdio Boca de 09); Anselmo Roberto (Via Sonora) e Flávio Santos (Stúdio ORC)
Produção executiva: Uyatã Rayra.
Capa: Siddhartha Gautama
Animação da capa (YouTube): Don Guto
Distribuição: Banana Atômica

Gravado entre maio de 2018 e maio de 2021 nos estúdios Boca de 09, Via Sonora (coros femininos) e Stúdio ORC (flautas)

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Festival Nacional de Teatro Infantil está com inscrições abertas para espetáculos até o dia 26 de outubro
Feira de Santana

Festival Nacional de Teatro Infantil está com inscrições abertas para espetáculos até o dia 26 de outubro

cerca de 70 grupos já se inscreveram e a expectativa é que este ano o festival supere a marca de inscritos ...

Nanismo é o tema da nova obra de literatura infantil inclusiva de Celina Bezerra
Dica de livros

Nanismo é o tema da nova obra de literatura infantil inclusiva de Celina Bezerra

O pequeno grande Tião, o menino com nanismo integra a série Amigos Especiais da Editora InVerso

Cuca prorroga até esta terça (19) inscrições para workshops
Cursos gratuitos

Cuca prorroga até esta terça (19) inscrições para workshops

As inscrições são gratuitas.

Vídeo

Comerciantes dizem que podem voltar à Sales Barbosa se não houver diálogo com o prefeito Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 22.10:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram