Acorda Cidade - Dilton Coutinho

20 de Setembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 21/07/2021 11h55.

'Muita desorganização e aglomeração', reclamam moradores em fila para vacina

Quem compareceu à Unidade de Saúde do Caseb I, precisou aguardar bastante tempo na fila para ser imunizado.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
'Muita desorganização e aglomeração', reclamam moradores em fila para vacina
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Gabriel Gonçalves

Após o município de Feira de Santana receber mais um lote de vacinas contra a Covid-19 na tarde de ontem (20), a Secretaria de Saúde retomou a aplicação da primeira dose do imunizante para pessoas com 37 anos ou nascidas até o anos de 1984.

Quem compareceu à Unidade de Saúde do Caseb I, precisou aguardar bastante tempo na fila para ser imunizado.

Iracema da Silva Moreira, moradora do bairro Santo Antônio dos Prazeres, informou ao Acorda Cidade, que esteve inicialmente na UniFTC, mas foi informada que a aplicação não estava sendo realizada no local.

"Peguei uma fila enorme lá e depois me disseram que não estavam mais aplicando a vacina de primeira dose nas pessoas. Vim aqui para o Caseb para tentar tomar a vacina e depois ir para o trabalho. Não faço a mínima ideia do horário que serei chamada aqui, também não tenho noção do horário que vou sair, só tem uma pessoa para aplicar a vacina, então a situação fica difícil", afirmou.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Também aguardando na fila, Joselita Lopes explicou que chegou à unidade às 9h30. De acordo com ela, a tentativa já foi feita outras vezes, mas a fila grande e a falta de vacinas, foram fatores para que a imunização não fosse feita anteriormente.

"Eu cheguei aqui era 9h30 e também não tenho ideia do horário que vou sair daqui. Sempre trabalhando, não tinha a oportunidade de vir ou quando vinha, a fila estava grande, já tinha terminado as vacinas, então espero que hoje seja o dia da minha vacina", frisou.

Moradora do bairro São João, Simone Oliveira, explicou que esteve na unidade na última segunda-feira (19), mas em virtude da grande quantidade de pessoas que já aguardavam na fila, não pôde ficar. Ao retornar nesta quarta, ficou surpresa, pois segundo ela,  dobrou o número de pessoas aguardando serem atendidas.

"Como eu não pude ficar na segunda, retornei hoje, mas realmente tem muita gente, está desorganizado, fico até com receio de ficar aqui aguardando porque tem muita aglomeração. Infelizmente as pessoas ficam praticamente na porta, e quando a enfermeira chama o nome das pessoas, quase que não dá para ouvir. O pessoal não está mantendo o distanciamento social, e ainda bem que minha patroa foi compreensiva e disse que eu só iria sair daqui quando recebesse a minha dose", concluiu.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Feira de Santana supera a marca de 400 mil vacinados com a primeira dose
Saúde

Feira de Santana supera a marca de 400 mil vacinados com a primeira dose

No total, o município aplicou 608.287 doses contra a Covid.

Covid-19: Bahia confirma mais um caso de variante delta; paciente já está curada
Covid-19

Covid-19: Bahia confirma mais um caso de variante delta; paciente já está curada

Mulher mora em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, e teve diagnóstico confirmado pela Secretaria Mun...

Setembro amarelo: CVV e Caps reforçam importância da prevenção ao suicídio
Feira de Santana

Setembro amarelo: CVV e Caps reforçam importância da prevenção ao suicídio

O atendimento no CVV é gratuito através do número 188.

Vídeo

Folheteiro e cordelista, Jurivaldo Alves reforça o papel da literatura de cordel para a história Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta segunda-feira 20.09:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram