Acorda Cidade - Dilton Coutinho

19 de Setembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Dilton e Feito

Todas as notícias
Publicado em 21/07/2021 09h55.

Alckmin já articula palanque com França e Skaf em 2022

No último dia 13, lideranças tucanas não alinhadas com Doria e Garcia e ex-prefeitos se reuniram com Alckmin.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Alckmin já articula palanque com França e Skaf em 2022
Foto: Dida Sampaio/Arquivo/Estadão Conteúdo | Geraldo Alckmin

Isolado no PSDB desde que o vice-governador Rodrigo Garcia deixou o DEM e se filiou ao partido para disputar o Palácio dos Bandeirantes no ano que vem, o ex-governador Geraldo Alckmin articula a formação de uma chapa com os principais adversários do governador João Doria. Sem ocupar cargos públicos desde que recebeu menos de 5% dos votos nas eleições presidenciais de 2018, Alckmin revelou a amigos e aliados que pretende sair do PSDB.

Cortejado por PSB e PSD, o ex-governador jantou na semana passada com o ex-governador Márcio França (PSB), o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, que é filiado ao MDB, e o presidente do PSD, Gilberto Kassab, para discutir a formação de um palanque unificado em São Paulo. Pelo cenário desenhado no encontro, que ocorreu na casa de Skaf, o empresário disputaria o Senado pelo PSD ou outra sigla e Alckmin seria candidato a governador com França na vice.

Derrotado na disputa pelo governo paulista em 2018, Skaf deve deixar o MDB, que está alinhado com o projeto de Doria e Garcia, e admite concorrer a uma cadeira no Senado por outra sigla em 2022. Alckmin, França e Kassab têm conversado regularmente. O ex-governador está em tratativas para se filiar ao PSD, mas não tem pressa para anunciar um novo partido.

Padrinho político de Doria em 2016, quando o empresário foi eleito prefeito, Alckmin e o atual governador estão rompidos desde a campanha de 2018. Um dos fundadores do PSDB, o ex-governador se viu isolado no partido com a chegada de Garcia. Em uma reunião realizada anteontem, a executiva estadual tucana decidiu abrir inscrições para a disputa de prévias para escolher o candidato ao governo. A eleição paulista será no dia 21 de novembro, junto com as prévias nacionais nas quais Doria disputa como favorito.

O presidente do PSDB-SP, Marco Vinholi, pediu a Alckmin, por meio de emissários, que indique um nome de sua confiança para compor a comissão das prévias no Estado. Esse movimento é uma tentativa de esvaziar o discurso de Alckmin. Aliados de Doria gostariam que o ex-governador disputasse uma vaga de deputado, para fortalecer a bancada do partido, ou que concorresse ao Senado.

No último dia 13, lideranças tucanas não alinhadas com Doria e Garcia e ex-prefeitos se reuniram com Alckmin. Segundo revelou a coluna Direto da Fonte, o ex-governador ouviu apelos para não deixar o PSDB. Antes de ir embora, Alckmin fez um desabafo: “Não tenho confiança nessas prévias”. Procurado pela coluna, o ex-governador não se manifestou. (Com informações do site Política Livre)

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Governo anuncia leilão para compra simplificada de energia em outubro
Economia

Governo anuncia leilão para compra simplificada de energia em outubro

Recomendação é do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico

Prefeito inicia a programação no aniversário da cidade participando de missa
188 anos de Feira

Prefeito inicia a programação no aniversário da cidade participando de missa

Feira completa 188 anos de emancipação política neste sábado, 18 de setembro.

Com Neto, José Ronaldo visita Sul da Bahia nesta sexta-feira (17)
Eleições 2022

Com Neto, José Ronaldo visita Sul da Bahia nesta sexta-feira (17)

Eles também visitarão Itabuna, Ilhéus, Uruçuca e Buerarema.

Vídeo

Folheteiro e cordelista, Jurivaldo Alves reforça o papel da literatura de cordel para a história Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 17.09:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram