Acorda Cidade - Dilton Coutinho

02 de Agosto de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Dilton e Feito

Todas as notícias
Publicado em 21/07/2021 09h55.

Alckmin já articula palanque com França e Skaf em 2022

No último dia 13, lideranças tucanas não alinhadas com Doria e Garcia e ex-prefeitos se reuniram com Alckmin.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Alckmin já articula palanque com França e Skaf em 2022
Foto: Dida Sampaio/Arquivo/Estadão Conteúdo | Geraldo Alckmin

Isolado no PSDB desde que o vice-governador Rodrigo Garcia deixou o DEM e se filiou ao partido para disputar o Palácio dos Bandeirantes no ano que vem, o ex-governador Geraldo Alckmin articula a formação de uma chapa com os principais adversários do governador João Doria. Sem ocupar cargos públicos desde que recebeu menos de 5% dos votos nas eleições presidenciais de 2018, Alckmin revelou a amigos e aliados que pretende sair do PSDB.

Cortejado por PSB e PSD, o ex-governador jantou na semana passada com o ex-governador Márcio França (PSB), o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, que é filiado ao MDB, e o presidente do PSD, Gilberto Kassab, para discutir a formação de um palanque unificado em São Paulo. Pelo cenário desenhado no encontro, que ocorreu na casa de Skaf, o empresário disputaria o Senado pelo PSD ou outra sigla e Alckmin seria candidato a governador com França na vice.

Derrotado na disputa pelo governo paulista em 2018, Skaf deve deixar o MDB, que está alinhado com o projeto de Doria e Garcia, e admite concorrer a uma cadeira no Senado por outra sigla em 2022. Alckmin, França e Kassab têm conversado regularmente. O ex-governador está em tratativas para se filiar ao PSD, mas não tem pressa para anunciar um novo partido.

Padrinho político de Doria em 2016, quando o empresário foi eleito prefeito, Alckmin e o atual governador estão rompidos desde a campanha de 2018. Um dos fundadores do PSDB, o ex-governador se viu isolado no partido com a chegada de Garcia. Em uma reunião realizada anteontem, a executiva estadual tucana decidiu abrir inscrições para a disputa de prévias para escolher o candidato ao governo. A eleição paulista será no dia 21 de novembro, junto com as prévias nacionais nas quais Doria disputa como favorito.

O presidente do PSDB-SP, Marco Vinholi, pediu a Alckmin, por meio de emissários, que indique um nome de sua confiança para compor a comissão das prévias no Estado. Esse movimento é uma tentativa de esvaziar o discurso de Alckmin. Aliados de Doria gostariam que o ex-governador disputasse uma vaga de deputado, para fortalecer a bancada do partido, ou que concorresse ao Senado.

No último dia 13, lideranças tucanas não alinhadas com Doria e Garcia e ex-prefeitos se reuniram com Alckmin. Segundo revelou a coluna Direto da Fonte, o ex-governador ouviu apelos para não deixar o PSDB. Antes de ir embora, Alckmin fez um desabafo: “Não tenho confiança nessas prévias”. Procurado pela coluna, o ex-governador não se manifestou. (Com informações do site Política Livre)

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Além de José Ronaldo, Pastor Tom garante o apoio de ACM Neto
Política

Além de José Ronaldo, Pastor Tom garante o apoio de ACM Neto

O presidente nacional dos Democratas (DEM), já o garantiu como um dos candidatos do grupo.

Após ofender empresária, Vilas-Boas se desculpa: 'Conto com o perdão de todos'
Bahia

Após ofender empresária, Vilas-Boas se desculpa: 'Conto com o perdão de todos'

Durante conversa divulgada através de um aplicativo de mensagens com Angeluci, Vilas-Boas chamou a chef de 'v...

Ex-presidentes do TSE divulgam nota em defesa do processo eleitoral
Política

Ex-presidentes do TSE divulgam nota em defesa do processo eleitoral

Nota também é assinada por atual e dois próximos presidentes do TSE

Vídeo

UFRB ganha novos laboratórios para os cursos de engenharia em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta segunda-feira 02.08:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram