Acorda Cidade - Dilton Coutinho

09 de Dezembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 08/07/2021 17h36.

Profissionais de saúde estão sofrendo mais de insônia e ansiedade durante a pandemia, aponta estudo

Excesso de trabalho, esgotamento mental e medo de contrair vírus estão entre principais causas
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Profissionais de saúde estão sofrendo mais de insônia e ansiedade durante a pandemia, aponta estudo
Foto: iStock

Acorda Cidade

Estudo realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), em parceria com a Faculdade de Saúde Pública (FSP), aponta que, desde o início da pandemia, houve um aumento significativo de profissionais de saúde com sintomas de insônia e ansiedade.

A pesquisa foi realizada com 4.384 profissionais do setor e especialidades diversas, onde 41,4% relataram quadros de insônia ou intensificação dos sintomas (no caso daqueles que já lidavam com o problema) durante a pandemia. Do total, 13% iniciaram um tratamento medicamentoso para controlar o distúrbio. Dentre os participantes, foram entrevistados médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, entre outros.

Dos entrevistados, 55,7% declararam que estavam atuando na linha de frente contra o Covid-19, sendo que 9,2% afirmaram já ter contraído o vírus em algum momento. De acordo com estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), os casos de ansiedade e estresse entre brasileiros aumentaram em 80% durante a pandemia, com o Brasil liderando o ranking de países com maior índice de ansiedade no mundo.

A pesquisa da USP aponta que os principais motivos que desencadearam o quadro de insônia nos profissionais de saúde foram aumento da jornada de trabalho, redução de renda e contato excessivo com pacientes infectados com Covid-19. Também foi observado que, dos mais de quatro mil entrevistados, 76% eram mulheres, indicando que a ansiedade e a insônia estão mais presentes nas profissionais do sexo feminino. Acredita-se que parte disso se dá pelo excesso de tarefas acumuladas, já que a maioria das mulheres também precisa cuidar dos afazeres domésticos.

A insônia reflete no quadro de saúde, tanto no presente, quanto no futuro. Ela é um dos sintomas da ansiedade, pois, quanto maior a aflição com algo, mais difícil fica para relaxar a mente e conseguir ter uma boa noite de sono. Além disso, quando dormimos, o corpo passa por uma série de processos importantes para a manutenção do sistema imunológico e do quadro geral de saúde. Sendo assim, quem sofre de insônia não precisa lidar somente com a exaustão constante, mas também fica com a imunidade baixa.

Vale ressaltar que todos esses casos se tratam de ansiedade crônica, ou seja, um distúrbio que se manifesta com frequência e em crises de diferentes intensidades. A ansiedade também pode aparecer de forma isolada, em momentos específicos de muita aflição, mas não se trata da mesma coisa. Esse distúrbio precisa de acompanhamento profissional e, dependendo do caso, de tratamento medicamentoso.


 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Bahia registra 608 novos casos de Covid-19 e mais 6 óbitos pela doença
Covid-19

Bahia registra 608 novos casos de Covid-19 e mais 6 óbitos pela doença

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.650.396 casos descartados e 258.683 em investigação.

Feira de Santana confirma apenas seis casos de Covid-19 nesta quarta-feira (8)
Covid-19

Feira de Santana confirma apenas seis casos de Covid-19 nesta quarta-feira (8)

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 10 pacientes internados no município.

Vacinação contra a Covid-19 continua nas unidades de saúde nesta quinta-feira (9)
Feira de Santana

Vacinação contra a Covid-19 continua nas unidades de saúde nesta quinta-feira (9)

É obrigatório levar o cartão de vacina com a comprovação da primeira dose, RG, CPF, cartão do SUS e comp...

Vídeo

Força e determinação: professor da zona rural enfrenta o racismo e é aprovado em doutorado na USP Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta quarta-feira 08.12:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram