Acorda Cidade - Dilton Coutinho

17 de Junho de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 10/06/2021 17h22.

Há cinco dias internada em policlínica, idosa não consegue regulação para leito de UTI

Em entrevista ao Acorda Cidade, a neta da paciente, Ariane Cordeiro dos Santos fez um apelo às autoridades de saúde a fim de conseguir um leito para a idosa.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Há cinco dias internada em policlínica, idosa não consegue regulação para leito de UTI
Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Laiane Cruz

A idosa Francisca Cordeiro Pires, de 83 anos, moradora do Conjunto Viveiros, em Feira de Santana, está internada desde o último domingo (6) na Policlínica do Conjunto Feira X. Ela sofreu quatro infartos durante a madrugada e o estado de saúde requer tratamento especializado em um leito de UTI. A unidade de saúde já solicitou a regulação da paciente, mas até o momento não conseguiu encontrar uma vaga nos hospitais da região.

Em entrevista ao Acorda Cidade, a neta da paciente, Ariane Cordeiro dos Santos fez um apelo às autoridades de saúde a fim de conseguir um leito para a idosa.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Ela teve um infarto, depois ela continuou tendo os mesmos sintomas e infartou três vezes. No domingo, trouxemos ela para dar entrada na Policlínica do Conjunto Feira X. Nós não conseguimos ir diretamente para o p Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), porque ela já estava bastante debilitada. Chegamos aqui e tivemos todo o suporte, todo o atendimento com a equipe de enfermagem e equipe médica. Acontece que a sala que ela está é muito pequena, de reanimação, e não atende as necessidades dela, porque ela é obesa, tem comorbidades, e ela precisa de mais aparelhos, mais assistência médica e um leito de UTI. Nós sabemos da dificuldade por conta do coronavírus, mas uma regulação em qualquer hospital do estado nós agradecemos com urgência. Ela está há cinco dias sem se mexer porque a maca é pequena, os aparelhos são pequenos e ela pode vir a óbito”, relatou Ariane Cordeiro dos Santos.

Ainda de acordo com Ariane, o estado de saúde da avó vem se agravando. Ela contraiu uma bactéria que já se alastrou para a perna.

“Hoje eu venho através do Acorda Cidade pedir ajuda, porque já tentamos com várias pessoas. O Clériston já falou que não tem vaga. No momento ela está com uma bactéria que afeta o corpo todo e está se agravando, além do infarto que ela teve. Ela está consciente, mas está muito debilitada, conversando muito pouco. A saturação dela cada dia que passa está baixando. Ela precisa dessa regulação urgente. A Policlínica já deu entrada três vezes para a regulação e até hoje não conseguiram regular”, afirmou.

O Acorda Cidade entrou em contato com a Central de Regulação da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia e aguarda retorno.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade. 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Vacinação para covid-19 em toda a Bahia passa a ser apenas por critério de idade
Saúde

Vacinação para covid-19 em toda a Bahia passa a ser apenas por critério de idade

Com esta deliberação, a distribuição das vacinas seguirá apenas de forma proporcional à população de c...

Feira de Santana registra mais 248 casos de covid-19 e duas mortes
Boletim

Feira de Santana registra mais 248 casos de covid-19 e duas mortes

Segundo o boletim, há 7.067 casos ativos no município.

Nesta sexta-feira (18) tem vacinação para pessoas acima de 51 anos
Primeira dose

Nesta sexta-feira (18) tem vacinação para pessoas acima de 51 anos

Doses serão aplicadas na UniFTC das 10h às 17h.

Vídeo

Prefeitura vai pagar mais de R$ 1,5 milhão para transmitir aulas da rede municipal pela TV Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta quinta-feira 17.06:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram