Acorda Cidade - Dilton Coutinho

22 de Junho de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 09/06/2021 16h31.

Comandante do CPRL afirma que tenente-coronel se equivocou ao dizer que Feira não tem facções criminosas

O comandante confirmou que existem organizações criminosas espalhadas pela cidade.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Comandante do CPRL afirma que tenente-coronel se equivocou ao dizer que Feira não tem facções criminosas
Foto: Divulgação/Polícia Militar

Gabriel Gonçalves

Na última segunda-feira (7) comandantes das Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPMs), se reuniram com o comandante do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL), coronel Nilton Paixão, para traçar novas estratégias de combate à criminalidade em Feira de Santana.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o chefe da Coordenação de Planejamento Operacional (CPO) do CPRL, tenente-coronel Gilson Paixão, informou que não pode reconhecer que o município de Feira de Santana tenha facções criminosas. "Eu sei que tem bandos, não é pra ter facção, desconheço essa palavra", disse.

Para o Comandante do CPRL, coronel Nilton Paixão, houve um equívoco por parte do chefe da CPO em informar que não há facções. Ele confirmou que existem organizações criminosas espalhadas pela cidade.

"No momento que recebi a informação da reportagem via WhatsApp, eu não consegui falar com o tenente-coronel Gilson, mas o posicionamento da Polícia Militar, é que na verdade, em Feira de Santana existem sim facções, o que chamamos de organizações criminosas, aquelas que procuram obter lucros através de ações ilícitas, seja do tráfico de drogas, homicídios e roubo de bancos. Eu não sei o que aconteceu no momento, mas acredito sim que houve um equívoco até porque na entrevista que ele cedeu a emissora de TV, ele confirmou essa existência. Ele é um profissional atuante, chefe do planejamento do CPRL, conhece muito bem a área, sempre trabalha nos finais de semana no serviço operacional, mas estamos aqui para combater estas organizações", disse.

De acordo com o comandante, cerca de 12 ações são feitas de domingo a domingo, e as operações estão sendo intensificadas cada vez mais.

"Na última segunda-feira, nós apresentamos em coletiva essa nossa produtividade que estamos tendo. Realizamos cerca de 10 a 12 ações de domingo a domingo aqui em Feira de Santana em horários intercalados e estamos também apreendendo diversas armas de fogo, grande quantidade de drogas e ontem mesmo, tivemos um auto de resistência, infelizmente o elemento entrou em confronto com a Polícia Militar e foi alvejado, não era este o nosso objetivo. Estamos tendo agora o apoio do comandante geral da PM, com a Operação Arrebol com três unidades especializadas e a Polícia Militar vem realizando e observando todos estes números que foram apresentados em coletiva", afirmou.

Apresentando um grande número de homicídios em Feira de Santana, o coronel Nilton Paixão destacou que no final do mês de junho, uma nova coletiva será realizada junto a imprensa, para que seja divulgada a estatística atualizada.

"Apesar dos números de CVLIs serem altos nesse primeiro semestre, no final de junho, nós iremos fazer uma prestação de contas à imprensa, onde mostraremos toda essa problemática de CVLIs em nossa cidade. Estamos com uma redução, apesar do número se mostrar alto, mas estamos conseguindo preservar vidas, pois o nosso objetivo sempre foi realizar uma segurança pública de qualidade e tentar ao máximo preservar a vida do cidadão", destacou.

A Câmara Municipal de Vereadores no dia de ontem (8), através do presidente Fernando Torres, anunciou a doação de recursos para o aluguel de 50 viaturas, sendo que destas, 30 serão destinadas à Polícia Militar. De acordo com o coronel, ainda não houve nenhum tipo de comunicado oficial por parte da prefeitura, mas salientou que o papel da segurança pública é de todos.

"Oficialmente ainda não tivemos nenhum tipo de contato com o prefeito. Hoje Mesmo iremos agendar uma reunião, daqui a pouco estarei conversando com ele para que possa me passar oficialmente o que realmente está acontecendo, assim como também conversaremos que a segurança pública é dever do Estado, mas é de responsabilidade de todos. Não fazemos segurança pública apenas com a Polícia Militar. Então iremos sentar para conversar com o prefeito sobre a questão da segurança pública, o que ele pode fazer para ajudar a Polícia Militar, porque por exemplo, precisamos de uma limpeza ali naquela região da Taboa [bairro Queimadinha], são estes pontos que precisamos conversar, recebi um áudio dessa possível doação dos veículos, mas até o momento, nada oficial. Assim que tiver essa reunião com o prefeito, iremos fazer uma coletiva e falaremos o que foi tratado nesta reunião", concluiu.

Com informações do repórter Carlos Valadares do Programa Nas Ruas e Na Polícia

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Jovem de 26 anos morre no HGCA após ser baleado no Conjunto Feira VII
Polícia

Jovem de 26 anos morre no HGCA após ser baleado no Conjunto Feira VII

O jovem chegou a ser submetido a intervenção cirúrgica, porém hoje não resistiu.

Homem é encontrado morto com as mãos amarradas em Jaíba
Polícia

Homem é encontrado morto com as mãos amarradas em Jaíba

O delegado Jean Souza efetuou o levantamento cadavérico, juntamente com peritos do Departamento de Polícia T...

Operação resgata 74 pássaros e encontra 14 espingardas no norte do estado
Polícia

Operação resgata 74 pássaros e encontra 14 espingardas no norte do estado

De acordo com o oficial, os pássaros foram encaminhados para o Inema, onde passaram por triagem para serem de...

Vídeo

Manifestantes realizam nova manifestação contra o governo Bolsonaro em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta segunda-feira 21.06:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram