Acorda Cidade - Dilton Coutinho

27 de Julho de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Cultura

Todas as notícias
Publicado em 18/05/2021 07h41.

Espetáculo teatral e debate sobre violência contra a criança marcam o dia 18 de maio em Feira de Santana

Roda de conversa tratará sobre como reconhecer e garantir que os direitos das crianças sejam respeitados.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Espetáculo teatral e debate sobre violência contra a criança marcam o dia 18 de maio em Feira de Santana

Acorda Cidade

Nesta terça-feira (18), Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, será realizada a exibição do espetáculo “Cadê Minha Infância”. Será as 10h pelo canal da Cia. Cuca de Teatro no YouTube e a Roda de Conversa: Violência Contra a Criança - Como reconhecer e garantir que os seus direitos sejam respeitados, às 16h, através do Google Meet. Ambas as atividades são gratuitas.

De acordo com a Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), as crianças e os adolescentes são “pessoas em condição peculiar de desenvolvimento” e devem ter prioridade absoluta em qualquer situação.

Para debater sobre essas questões e falar sobre os direitos, cuidados e proteção às crianças e aos adolescentes em situação de violência o debate traz como convidadas: Aisiane Cedraz, professora Adjunta da Universidade Estadual de Feira de Santana - Uefs, pesquisadora do Nievs - Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre Violência e Saúde e Estudiosa das Infâncias e a Advogada Angélica Mariani Alves, Presidente da Comissão de Defesa à Criança e ao Adolescente da OAB/BA Subseção Feira de Santana, membro do CMDCA - Conselho Municipal de Defesa à Criança e ao Adolescente.

Mediando o debate teremos a participação de Elizete Destéffani-Motté, produtora cultural e atriz do espetáculo “Cadê Minha Infância” que trata sobre as realidades do abuso sexual e o trabalho infantil. Para fazer parte dessa rede de pessoas que visam promover o diálogo e a troca de experiências contra toda forma de violência na infância, participe do Debate e assista ao espetáculo “Cadê Minha Infância”, através dos links abaixo:

QUANDO: 18 de maio de 2021 (terça-feira)

HORÁRIOS:

10h - Espetáculo “Cadê Minha Infância” | Classificação: 07 anos

16h - Roda de Conversa: Violência Contra A Criança - Como reconhecer e garantir que os seus direitos sejam respeitados | Público Alvo: Profissionais e Estudantes das áreas de Cultura, Educação, Saúde, Direito e Assistência Social, profissionais dos CRAS/CREAS, Pais, Mães e/ou Tutores, cuidadores em geral e demais interessados.

Link inscrições Roda de Conversa: https://forms.gle/DRkwpkagYZVfxqWK7

Link Espetáculo Cadê Minha Infância: https://youtu.be/eWEPXVUfebQ

Informações: (75) 3491-8992 (fixo e WhatsApp)

Apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Prorrogadas as inscrições para o 19º Festival de Música Educadora FM
Música

Prorrogadas as inscrições para o 19º Festival de Música Educadora FM

Podem participar da premiação compositores(as), arranjadores(as), instrumentistas, intérpretes e integrante...

2ª edição do seminário da Flifs tem recital com Setúval e Lucas Galvão
Re(xistires)

2ª edição do seminário da Flifs tem recital com Setúval e Lucas Galvão

O recital Re(existires) Poéticos tem como finalidade provocar reflexões diante de questões associadas a exi...

Venda de livros digitais cresce e editoras chegam a faturar R$ 147 milhões, apesar do fechamento de grandes livrarias
Comportamento

Venda de livros digitais cresce e editoras chegam a faturar R$ 147 milhões, apesar do fechamento de grandes livrarias

Especialistas destacam que apesar do cenário este não é o fim dos livros impressos

Vídeo

Fiéis celebram o dia de Senhora SantAna na Catedral Metropolitana de Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 23.07:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram