Acorda Cidade - Dilton Coutinho

25 de Setembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 16/03/2021 13h01.

Feirantes fazem manifestação e pedem ao prefeito que veja projeto que os mantém na Marechal

O projeto de requalificação foi elaborado por uma estudante de arquitetura da Faculdade Unef.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Feirantes fazem manifestação e pedem ao prefeito que veja projeto que os mantém na Marechal
Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Andrea Trindade

Atualizada às 15h02

Feirantes da Rua Marechal Deodoro, no centro comercial de Feira de Santana, realizaram uma manifestação, na manhã desta terça-feira (16). O objetivo foi chamar a atenção do prefeito Colbert Martins Filho para que ele veja um projeto que eles consideram como a melhor alternativa de requalificação para o local, sem que seja necessário removê-los para o Centro de Abastecimento.

O projeto, foi um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), elaborado pela graduanda em arquitetura e urbanismo da Faculdade Unef, Mariana Amaral da Silva, sob orientação do professor Allan Pimenta.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Ao Acorda Cidade, a feirante Sheila dos Santos disse que o projeto mantém as barracas, porém de forma padronizada e organizada.

“Viemos fazer uma manifestação pacífica para chamar atenção do prefeito para que ele venha ver o nosso projeto. Não queremos parar a obra. Sabemos que Feira vai ficar bonita, mas em cima desta revitalização, nós queremos colocar o nosso projeto. Nosso projeto tem barracas padronizadas com direito a banheiros, segurança, cada um vai fiscalizar o outro para que não haja bagunça e sujeira. Temos direitos como cidadãos de levar o nosso pão de cada dia para casa. Tem muito cidadão como eu que vive da feira. Minha mãe trabalhou por 45 anos, me criou e estou criando meus filhos e netos com esta feira. Encaminhamos o projeto várias vezes, mas foi uma ação frustrada. Viemos nos concentrar aqui para você ver que a feira existe, que o vendedor existe, que somos pessoas educadas, civilizadas e queremos que ele veja o nosso projeto, venha nos chamar para conversar para ele ver o que pode fazer para nos ajudar", informou.

Foto: Reprodução/Projeto

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

A feirante Edineide Ribeiro informou que os vendedores aguardam a reunião com o prefeito para tratarem sobre o assunto. Ela disse também que os feirantes não aceitam a transferência para o Centro de Abastecimento.

“Tivemos uma reunião com o secretário Joedilson, de Desenvolvimento Econômico, falamos com ele sobre o nosso projeto, porque vimos que a revitalização para o centro da cidade é ótima, mas o que será das feiras livres e do comércio de rua? O que será dessas pessoas que vivem desse comércio de rua? Na última reunião que tivemos com o secretário ficou de ele intermediar uma reunião com o prefeito para a gente apresentar nosso projeto, só que até hoje não tivemos esse retorno e as obras estão avançando de vento em polpa. E a gente vai para onde? Eles solicitaram o Centro de Abastecimento, mas não tem condições nenhuma de quem está aqui em cima ir para o Centro de Abastecimento, porque lá não tem organização, tem sujeira, bagunça, e querem colocar a gente lá. A gente não aceita de forma alguma ir para o centro de abastecimento. A gente quer uma nova feira na Marechal. A gente não quer expulsão, a gente quer organização, um lugar de trabalho digno”, enfatizou.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Foto: Reprodução/Acorda Cidade

Foto: Reprodução/Projeto

De acordo com o secretário do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec), Joedilson Freitas, diálogos estão sendo realizados constantemente com lideranças e já foram dadas opções de novos locais para que os feirantes possam trabalhar.

"A Settdec vem trabalhando dentro de uma linha do diálogo e nós mantivemos a conversação com lideranças, já que não podemos reunir todas as pessoas, em virtude da Covid-19, então tivemos contato com algumas lideranças, deixamos a par da situação do projeto Novo Centro e demos a opção dos feirantes escolherem um novo local para comercializar, como na Feira da Estação Nova, Feira do Tomba, George Américo, deixamos isso em aberto para que cada um possa fazer as análises de qual melhor local seria para fazer essa remoção da Marechal Deodoro", explicou.

Ainda segundo o secretário, o Centro de Abastecimento pode ser uma das opções para os feirantes. Investimentos foram feitos no sentido de dar um espaço mais digno para que as pessoas pudessem comercializar os produtos e afirmou que na Marechal Deodoro não há mais a possibilidade de continuar.

"O diretor do Centro de Abastecimento, Cristiano Gonçalves, mostrou uma área que pode ser aproveitada por todos estes feirantes. Fizemos alguns investimentos, colocando uma estrutura mais adequada com nova iluminação, proteção contra chuva e sol e o local, no meu ponto de vista, que satisfaz a necessidade dessas pessoas. Mas se alguém achar alguma objeção pode comparecer na secretaria ou até na diretoria do Centro para tentar negociar. Entendemos que na Marechal não comporta mais aquela atividade que vai de encontro ao projeto Novo Centro, onde todos tiveram conhecimento, tivemos várias audiências públicas e as pessoas estão cientes disso. A secretaria está de portas abertas para que possamos conversar e ter um novo entendimento, esse é o princípio que nós colocamos sempre à disposição da nossa Settdec, que o diálogo possa resolver qualquer tipo de dificuldade", concluiu.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Decreto autoriza Guarda Municipal a fiscalizar o trânsito em Feira de Santana
Feira de Santana

Decreto autoriza Guarda Municipal a fiscalizar o trânsito em Feira de Santana

Medida é resultado de um acordo de cooperação Técnica firmado com a Superintendência Municipal de Trânsi...

Obra de duplicação do viaduto da Fraga Maia chega a 90 por cento
Feira de Santana

Obra de duplicação do viaduto da Fraga Maia chega a 90 por cento

Pistas deverão ser liberadas ao tráfego até 15 de outubro

Vídeo

Moradores da Rua Tupinambá reclamam de buraqueira e falta de drenagem Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 24.09:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram