Acorda Cidade - Dilton Coutinho

25 de Setembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Brasil

Todas as notícias
Publicado em 15/03/2021 17h42.

Conheça o enfermeiro de Feira de Santana que aliviou a dor e animou pacientes cantando durante a pandemia

Atualmente afastado da área, o artista cuida da própria saúde em casa, após ser abalado pelos efeitos da Covid-19 em seu corpo.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Conheça o enfermeiro de Feira de Santana que aliviou a dor e animou pacientes cantando durante a pandemia
Foto: Arquivo Pessoal

Acorda Cidade

O jovem enfermeiro Regis Villar é cantor e encontrou uma maneira encantadora de aliviar a dor dos internos em traumatologia durante a pandemia do Coronavírus. Ele simplesmente sentava ao lado da cama, pegava nas mãos do idoso, da pessoa enferma e cantava para eles relaxarem.

"Eu sempre gostei de ajudar o próximo, algo que Jesus deixou como ensinamento e, como enfermeiro, dei o meu melhor para ajudar os enfermos e acamados. Na pandemia isso refletiu ainda mais pela solidão dos pacientes e cantar era uma válvula de escape tanto pra mim como pra eles pra aliviarem todo o sofrimento, revelou Regis.

Atualmente afastado da área, o artista cuida da própria saúde em casa, após ser abalado pelos efeitos da Covid-19 em seu corpo. "As sequelas da Covid me fizeram perceber e sentir como é difícil estar em uma cama de leito adoentado. Agradeço a Deus por estar vivo e ainda continuar minha caminhada hoje como cantor, tentando levar alegria pra o povo nesse momento tão difícil que enfrentamos através da internet. Hoje sofro com gastrite, esofagite, dor crônica no corpo e fui abalado psicologicamente por prejudicar minha voz", contou emocionado.

Foto: Arquivo Pessoal

Filho de mãe baiana e pai sulista, Regis Villar nasceu em Feira de Santana e já na infância demonstrava interesse musical, quando escutava o repertório de grandes nomes da música sertaneja no bar de seus pais, localizado na cidade de Jorrinho, interior da Bahia.

Cresceu ouvindo artistas como Zezé de Camargo & Luciano, Leandro & Leonardo, Chitãozinho & Xororó e foi se apaixonando cada vez mais por esse universo. Aos 15 anos, passou a se dedicar à prática do violão, dando início às apresentações na igreja e gravações com grandes músicos da cidade.

Posteriormente, viajou por alguns estados brasileiros, como Minas Gerais, onde trabalhou como garçom na cidade de Araguari, cidade próxima a Uberlândia, e reacendeu ainda mais sua paixão pelo sertanejo enquanto ouvia as modas e atendia ao gosto dos clientes.

Depois de muitas dificuldades, Regis se lançou oficialmente como cantor sertanejo no final de 2019 e, a partir disso, vem trabalhando incansavelmente para construir uma carreira. Suas apresentações em bares e festas particulares possibilitaram que ele conseguisse gravar seu primeiro DVD no final de 2020, apesar de todas as adversidades.

O artista vem conquistando seu espaço no cenário sertanejo, com muita persistência e talento. Atualmente, é um dos cantores mais tocados em sua cidade, sendo reconhecido por seu estilo próprio e músicas autorais já na boca da galera, como “Cê Volta pra Mim” e “Xonado Nela”.

Foto: Arquivo Pessoal

Com suas influências muito ligadas à dupla Jorge & Mateus, Regis acredita no seu futuro como cantor reconhecido. Por isso, vem trilhando um caminho de muita dedicação para alcançar seus objetivos. Um de seus projetos para esse ano é fixar suas raízes na capital Goiana e lançar um projeto voltado à assistência social para famílias dos internos em hospital, realizar shows voluntários e ajudar financeiramente com a música solidária.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Mega-Sena deste sábado deve pagar prêmio de R$ 7 milhões
Brasil

Mega-Sena deste sábado deve pagar prêmio de R$ 7 milhões

Apostas podem ser feitas até as 19h

Filha de defensor público, adolescente negra é confundida com pedinte e barrada em shopping em Fortaleza
Brasil

Filha de defensor público, adolescente negra é confundida com pedinte e barrada em shopping em Fortaleza

O pai da adolescente, o defensor público Adriano Leitinho, relatou o caso nas redes sociais. A gerente do est...

Prazo para prova de vida acaba dia 30 para aposentados e pensionistas
Brasil

Prazo para prova de vida acaba dia 30 para aposentados e pensionistas

Comprovação deve ser feita no banco onde beneficiário recebe dinheiro

Vídeo

Moradores da Rua Tupinambá reclamam de buraqueira e falta de drenagem Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 24.09:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram