Acorda Cidade - Dilton Coutinho

25 de Janeiro de 2022
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Cinema e Séries

Todas as notícias
Publicado em 17/02/2021 10h05.

Missão, propósito, presente: o que o filme 'Soul' tem a ensinar

Ao abordar temas polêmicos e inspiradores, o filme nos inspira a olhar para dentro e redefinir padrões de comportamento
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Missão, propósito, presente: o que o filme 'Soul' tem a ensinar
Foto: Divulgação / Disney

Acorda Cidade 

“O que você está fazendo da sua vida?”, “qual o seu propósito?”, "qual a sua missão?”. Esses questionamentos poderiam muito bem ser feitos pelo seu coach ou durante uma profunda análise terapêutica, mas também são o mote do filme Soul, nova animação da Pixar. Um filme imperdível para quem quer inspiração, divertimento e também não se importa em derrubar algumas lágrimas.

O filme promove uma viagem para dentro de nós mesmos ao contar a história de um professor de música de meia idade, que finalmente alcança o sonho de entrar para uma renomada banda. No entanto, a vida é cheia de imprevistos e nada pode ser calculado. Como a morte. É ela quem surpreende o professor antes de seu primeiro show.

É “além da vida” e conhecendo uma alma perdida que ele descobre mais sobre propósito, missão e a importância de valorizar o presente e as pequenas coisas. Ao longo do filme, as frases questionadas levam o espectador a pensar sobre a própria motivação.

“Sua missão nem sempre é o seu propósito”, “o propósito não é nosso motivo da vida” e outras frases ditas pelos personagens provocam um verdadeiro turbilhão de questionamentos.

Uma das histórias contadas de forma bem sutil no filme também nos faz pensar. Como a máxima do peixe que pergunta ao ancião onde está o oceano: “Você está nele”, responde o velho. “Mas isso é água. Eu procuro o oceano”, devolve o peixe.

Uma metáfora para o ser humano que passa a vida a procurar a sua missão e seu propósito e esquece de viver o presente, de olhar para o céu, de ver a beleza das flores, de sentir o quentinho de um abraço.

O filme explora conceitos fundamentais da natureza humana, além de abordar o funcionamento do universo. Afinal, assim como peixe que procura o oceano enquanto está na água, estamos sempre em busca de algo que não temos enquanto VIVEMOS. O filme não chega a entrar em questões religiosas e nem é essa a proposta.

Soul pode ser definido como uma provocação ao nosso lado mais íntimo e verdadeiro. E a partir desses questionamentos podemos mais do que apenas fazer perguntas. Podemos buscar respostas ao nosso real objetivo da vida.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Cinco dicas de filmes sobre finanças para você aproveitar nessas férias
Filmes

Cinco dicas de filmes sobre finanças para você aproveitar nessas férias

Inspirado no livro 'Casais inteligentes enriquecem juntos', do consultor financeiro Gustavo Cerbasi, o filme b...

Brasil é o 2º país que mais consome filmes e séries online do mundo
Entretenimento

Brasil é o 2º país que mais consome filmes e séries online do mundo

Pesquisa revela os hábitos de consumo de streaming no Brasil e no mundo

5 detetives destemidas e poderosas de séries, filmes e livros para se inspirar
Entretenimento

5 detetives destemidas e poderosas de séries, filmes e livros para se inspirar

Conheça personagens que não se deixam hostilizar por ambientes machistas e estão sempre prontas para combat...

Vídeo

Moradores do Conjunto Alvorada se manifestam pedindo mais segurança Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta segunda-feira 24.01.22:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram