Acorda Cidade - Dilton Coutinho

18 de Janeiro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Bahia

Todas as notícias
Publicado em 12/01/2021 15h36.

Funcionários da Ford na Bahia lamentam fechamento da fábrica: 'É triste'

Segundo sindicato, 12 empregos diretos e cerca de 60 mil indiretos serão afetados. Montadora anunciou que encerrará a produção de veículos em suas fábricas no Brasil, após um século.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Funcionários da Ford na Bahia lamentam fechamento da fábrica: 'É triste'
Foto: Reprodução/TV Bahia

Acorda Cidade

Trabalhadores da fábrica da Ford de Camaçari, região metropolitana de Salvador, lamentaram o encerramento das atividades da montadora no Brasil. Na manhã desta terça-feira (12), funcionários se reuniram em frente à empresa, para protestar.

“Foi um impacto muito grande. A gente não esperava. Estávamos de folga ontem... É triste”, disse a metalúrgica Cíntia Anjos.

Há uma década trabalhando na empresa, os metalúrgicos Eduardo Ribeiro e Olívia Damasceno, contam que, além de beneficiar a cidade de Camaçari, a fábrica também é importante para toda a região metropolitana.

“Não só de quem trabalha na Ford, mas toda cidade de Camaçari, região metropolitana, acho que vai ser profundamente impactada, com essa transformação”, afirma Eduardo.

"Vimos nascer a Ford aqui em Camaçari. A gente sabe que o comércio de Camaçari deu uma grande alavancada com a vinda da Ford. A Ford hoje, sair de Camaçari, é um impacto muito forte pra região”, diz Olívia.

A produção de carros já foi suspensa. Com o fechamento da fábrica, cerca de 12 mil trabalhadores perderão o emprego, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia.

Júlio Bonfim, presidente da entidade, afirmou que, além dos empregos diretos, outros postos de trabalho também serão fechados.

“São 12 mil trabalhadores diretos. São oito mil, mais quatro mil trabalhadores de empresas satélites, que fornecem diretamente para a Ford. Para cada trabalhador direto demitido, são cinco trabalhadores indiretos. Estou falando em quase 60 mil trabalhadores indiretos que perdem o emprego”, falou.

Para tentar diminuir os impactos negativos da saída da Ford na Bahia, o governador Rui Costa, por meio de redes sociais, anunciou que busca soluções para atrair novos investidores.

“Hoje mesmo já entrei em contato com a embaixada de outros países para efetivar o convite para que outros fabricantes, outras empresas, possam visitar o nosso parque industrial, e que possamos o mais rápido possível, demonstrar e conseguir o interesse de outros fabricantes, para que tenhamos a retomada o mais rápido possível da fabricação de carros na Bahia, o que garante a renda e o emprego”.

Fonte: G1

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Notas de R$ 100 e R$ 50 são jogadas de varanda de hotel em Salvador
Bahia

Notas de R$ 100 e R$ 50 são jogadas de varanda de hotel em Salvador

O caso aconteceu no Monte Pascoal Praia Hotel, localizado na Avenida Oceânica.

Coronel Adson Marchesini é o novo comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militares da Bahia
Comandante-Geral

Coronel Adson Marchesini é o novo comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militares da Bahia

A designação foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado deste sábado (16).

Cartórios

Cartórios da Bahia apontam aumento de 34% nos óbitos por causas respiratórias em 2020

Mortes em domicílio dispararam e aumentaram 20,9% no estado

Vídeo

Incêndio destrói dois ônibus da banda Os Clones em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram