Acorda Cidade - Dilton Coutinho

27 de Janeiro de 2022
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Eleições

Todas as notícias
Publicado em 01/12/2020 13h18.

Comentaristas políticos avaliam resultado das eleições de segundo turno em Feira de Santana

Pontos positivos e negativos foram fundamentais na campanha dos candidatos para a política feirense, especialmente no âmbito participativo.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Comentaristas políticos avaliam resultado das eleições de segundo turno em Feira de Santana
Foto: Acorda Cidade

Mayla Nunes

Com o resultado das eleições de segundo turno realizada no último domingo (29) que garantiu a reeleição do prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), o jornalista e médico nefrologista César Oliveira e o advogado Eduardo Pimentel, que também participaram da transmissão cobertura das eleições, comentaram o resultado da disputa pelo poder executivo e apuração das urnas.

De acordo com César Oliveira, pontos positivos e negativos foram fundamentais na campanha dos candidatos para a política feirense, especialmente no âmbito participativo.

“Alguns momentos de campanha resvalaram em algumas atitudes não muito satisfatórias, inclusive com ataques pessoais, o que realmente não foi um aspecto positivo. Mas, o que podemos observar de aspecto positivo foi reacender em Feira de Santana a participação política. Feira é uma cidade que havia adormecida politicamente, só sacramentando um processo eleitoral que se repetia e que dessa vez, fez com que a população mostrasse a cara, participasse, assumisse suas posições políticas”, disse.

Já para o advogado Eduardo Pimentel, o processo de participação da comunidade é de suma importância para a o exercício da democracia. Ele também ressaltou que atitudes não foram agradáveis neste período eleitoral, devido a divulgação de Fake News.

“Um dos pontos negativos com certeza, foi o nível do debate eleitoral ter sido reduzido por questões pessoais e que não envolvem a política ou que não são notícias verdadeiras. Enfatizaram questões pessoais do candidato do PT que não envolviam suas atividades políticas, além de que nos debates os candidatos fugiam muito e eram presos nas orientações do marketing. Já o ponto positivo, foi a maior participação das pessoas da comunidade em geral, a comunidade se integrou nas campanhas e quem não se integrou, poderia ter se integrado para participar, não de uma forma visando determinado benefício, mas acreditando nos projetos como a gente viu muito aqui em Feira e que muitas cidades acontecem, a gente tem que participar”.

Expectativas para a nova gestão

O jornalista César Oliveira, destacou que enquanto cidadão, espera que a nova gestão exerça o papel de coletividade com a população.

“Eu torço para que Colbert consiga encontrar mecanismos e forças para resgatar Feira de uma série de carências que foram todas apontadas no processo eleitoral. Seja na saúde, seja no transporte coletivo, na infraestrutura da cidade, no comércio e na melhoria da educação. Ainda assim, espero que Zé Neto consiga exercer como como liderança da oposição e o que o grupo que representou a posição consiga desempenhar o papel que cabe a oposição de ajudar na construção da cidade. Espero que dessa vez tenhamos uma prefeitura e uma oposição mais ativas porque isso só é benéfico para o cidadão feirense”, frisou.

O advogado Eduardo Pimentel concluiu que a administração requer a aliança com o Poder Legislativo Municipal e que assim, a gestão poderá ser bem executada.

“Minha expectativa é de como a gente tem que ter fé, tem que acreditar. Acredito que ele vai fazer um bom governo e acho que ele tem condições para isso, ele que elegeu a maioria dos vereadores, então se o projeto que ele está levando de governo tende a ser vitorioso nas proposições da Câmara, creio que não terá dificuldades, esse é o ponto positivo. Em compensação, ele tem um passivo político complicado que é o projeto do BRT, apesar dele ter dito que é um ‘sucesso’ e que a Getúlio Vargas é um grande fluxo de ônibus, na verdade não é, faz falta o BRT do Feira X, um BRT no Tomba, um BRT na Universidade, ele vai ter dificuldades quanto a isso, ele vai ter que apresentar isso”.

Colbert Martins Filho foi reeleito prefeito de Feira de Santana com 54,42% de votos válidos neste segundo turno das eleições.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Eleições 2022: confira as regras para propaganda eleitoral
TSE

Eleições 2022: confira as regras para propaganda eleitoral

TSE endureceu regras sobre compartilhamento de informações inverídicas

Confira o calendário oficial aprovado pelo TSE para eleições de 2022
Política

Confira o calendário oficial aprovado pelo TSE para eleições de 2022

Serão eleitos presidente, governadores, senadores e deputados

Ex-prefeito José Ronaldo é pré-candidato ao Senado, anuncia Colbert
Eleições 2022

Ex-prefeito José Ronaldo é pré-candidato ao Senado, anuncia Colbert

Existia a possibilidade de Ronaldo ser candidato a vice-governador da Bahia, na chapa de ACM Neto.

Vídeo

Covid-19: com poucos funcionários, drive-thru da prefeitura gera longas filas na Ayrton Sena Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta quinta-feira 27.01.22:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram