Acorda Cidade - Dilton Coutinho

26 de Janeiro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 30/10/2020 17h08.

Floristas não têm muitas expectativas para vendas no Dia de Finados

Com a pandemia, eles estão apostando na venda de suculentas e flores para jardim.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Floristas não têm muitas expectativas para vendas no Dia de Finados
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Rachel Pinto

Os floristas que trabalham na Avenida Olímpio Vital em Feira de Santana não estão com grandes expectativas para a venda de flores durante do Dia de Finados. Com a programação dos cemitérios alterada, com redução de visitantes e suspensão das missas, eles acreditam que o movimento de clientes também será reduzido.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

A florista Rose Silva, declarou em entrevista ao Acorda Cidade que devido a pandemia da covid-19 e também pela falta de recursos investiu pouco para esta data. Comprou apenas uma pequena quantidade de flores para abastecer o seu boxe e atender os clientes que apareceram.

Ela relatou que as flores tiveram um pequeno reajuste em relação ao ano passado e as que têm mais saída são as margaridas e os crisântemos.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Temos vasos de flores a partir de R$15. Muita gente comprava para revender na porta dos cemitérios e este ano acho que o movimento vai reduzir. Investi pouco, até porque flores são produtos perecíveis e se a gente não vender perde o dinheiro”, comentou.

A comerciante informou que atualmente trabalha sozinha no boxe de flores. Tinha uma funcionária, mas precisou dispensá-la por não ter condições de mantê-la.

Ilda Ramos que trabalha com flores há mais de dez anos, relatou que apesar da projeção para poucas vendas no Dia de Finados, frisou que não perde a esperança de que as coisas podem melhorar.
Na opinião dela, a alteração das atividades nos cemitérios pode interferir nas vendas, mas é preciso continuar trabalhando e enfrentando as dificuldades.

Ela disse que os floristas sofreram grande impacto com a pandemia, sobretudo em razão da suspensão de festas e eventos. Agora as vendas do dia a dia começam a melhorar um pouco, com o retorno de pequenos eventos, vendas de buquês de flores e flores para jardim.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Estamos funcionando de domingo a domingo. Tem saído muito as rosas, orquídeas, suculentas e as flores para jardim. O buquê de rosas com uma dúzia custa R$50 e com meia dúzia R$30. As orquídeas já decoradas para presente saem por R$60”, concluiu.

Com infomaçõeos do repórter Paulo José do Acorda Cidade.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

 Sindicatos pedem que prefeitura amplie horário de funcionamento de bares, restaurantes e empresas de alimentação
Feira de Santana

Sindicatos pedem que prefeitura amplie horário de funcionamento de bares, restaurantes e empresas de alimentação

Os sindicatos também alegam que estão cumprindo de forma exemplar todas as normas sanitárias e de higiene c...

Sem transporte coletivo, populares passam por dificuldades ao retornarem para casa
Sem ônibus

Sem transporte coletivo, populares passam por dificuldades ao retornarem para casa

No final desta tarde, o Acorda Cidade foi acompanhar a situação dos pontos de ônibus e pôde verificar a gr...

Estudo técnico viabilizará tarifas iguais e integração dos transportes públicos urbano e rural
Feira de Santana

Estudo técnico viabilizará tarifas iguais e integração dos transportes públicos urbano e rural

Além de mais agilidade nas viagens e a redução do número de assaltos por não ser necessário o pagamento ...

Vídeo

Rodoviários não aceitam proposta das empresas de ônibus e paralisam as atividades nesta terça-feira (26) Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta terça-feira 26.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram