Acorda Cidade - Dilton Coutinho

01 de Dezembro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Educação

Todas as notícias
Publicado em 29/10/2020 17h17.

Rui avalia dar férias coletivas para professores em novembro antes do retorno das aulas

A medida, cuja viabilidade é estudada pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE), faz parte do calendário de volta às atividades escolares que tem sido preparado pelo governo baiano.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Rui avalia dar férias coletivas para professores em novembro antes do retorno das aulas
Foto: Lucas Arraz/Bahia Notícias

Acorda Cidade

O governador da Bahia, Rui Costa, afirmou nesta quinta-feira (29) que avalia dar férias coletivas aos professores da rede estadual de ensino em novembro para promover a retomada as aulas presenciais, sem interrupção, entre dezembro e janeiro.

A medida, cuja viabilidade é estudada pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE), faz parte do calendário de volta às atividades escolares que tem sido preparado pelo governo baiano. Segundo Rui, a previsão é de que as aulas para os ensinos médio e fundamental sejam retomadas apenas após as eleições de novembro, mas ainda não há prazo para isto.

“Estamos avaliando, eventualmente, colocar os professores em férias coletivas em novembro para que, uma vez retomando lá na frente, a gente possa seguir direto. Eu solicitei à PGE que faça esse estudo para que, se for o caso, colocar todos da rede estadual em férias coletivas em novembro e, se as condições puderem, a gente retorna em dezembro ou janeiro sem interrupção”, explicou o petista, em entrevista coletiva após viagem de teste para uso de ônibus elétrico no Subúrbio soteropolitano. 

Ele ainda explicou por que as aulas para o ensino médio e fundamental só devem voltar após as eleições e voltou a dizer que o ensino superior será o primeiro autorizado a retornar às atividades presenciais. Neste último caso, cada universidade terá autonomia para construir seu calendário.

“Vamos liberar o de ensino superior primeiro, para fazer o retorno gradual. Não queremos misturar esse momento de aglomeração eleitoral com retorno às aulas de outros grupos. Estamos muito preocupados com essas aglomerações e não queremos contaminar um eventual retorno às aulas com eventual processo de contaminação das aglomerações eleitorais”, argumentou. 

Fonte: Bahia Notícias

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Mega Revisão UniFTC reúne mestres de Ciências da Natureza em aula inovadora nesta segunda-feira
Educação

Mega Revisão UniFTC reúne mestres de Ciências da Natureza em aula inovadora nesta segunda-feira

Jarbas de Jesus, Paulo Rossi e Rodrigo Moreira são alguns dos professores que participam do evento.

Mochila Anticovid-19 é desenvolvida por estudantes do ensino médio em Feira de Santana
Educação

Mochila Anticovid-19 é desenvolvida por estudantes do ensino médio em Feira de Santana

Projeto foi selecionado para a etapa final do Desafio Relâmpago - Volta às Aulas, do Torneio Sesi de Robóti...

Capes oferta 1.400 vagas para doutorado-sanduíche no exterior
Educação

Capes oferta 1.400 vagas para doutorado-sanduíche no exterior

É exigida a proficiência em uma segunda língua.

Vídeo

Sinaleira desaba no cruzamento da Rua Bacelar de Castro com a Papa João XXIII Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram