Acorda Cidade - Dilton Coutinho

26 de Janeiro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 22/10/2020 17h04.

Saúde planeja incentivo para ações em prol de alimentação saudável

Pesquisa aponta excesso de peso e obesidade na população brasileira
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Saúde planeja incentivo para ações em prol de alimentação saudável
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Acorda Cidade

Agência Brasil - O Ministério da Saúde planeja disponibilizar, ainda este ano, em caráter excepcional e temporário, um incentivo financeiro para qualificação das ações de promoção de alimentação saudável e da atividade física no país. A iniciativa busca reforçar a atenção a pessoas com doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs), e os valores a serem empregados no incentivo ainda estão em estudo.

Divulgada ontem (21), a Pesquisa Nacional de Saúde apontou que o excesso de peso e a obesidade se tornaram mais frequentes na população brasileira entre 2003 e 2019. A pesquisa foi realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com o Ministério da Saúde.

A proporção de obesos na população brasileira aumentou de 12,2% para 26,8% entre 2003 e 2019. No ano passado, 30,2% das mulheres e 22,8% dos homens com 20 anos de idade ou mais tinham índice de massa corpórea (IMC) maior que 30 kg/m2, o que configura obesidade.

O excesso de peso, que se dá a partir do IMC 25 kg/m2, também se tornou mais frequente na sociedade brasileira, passando de 43,3% em 2003 para 61,7% em 2019.

Segundo o Ministério da Saúde, está em preparação o lançamento de ações de qualificação para profissionais de saúde, como o "Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas de sobrepeso e obesidade" e a publicação do “Instrutivo de Cuidado da Obesidade em Crianças e Adolescentes”.

“Nós já vínhamos acompanhando a evolução dos indicadores de sobrepeso e da obesidade, mas agora com esses dados novos temos uma informação real, mensurada, que reforça a necessidade de compromisso do Ministério da Saúde e da sociedade para enfrentamento de um dos principais fatores para doenças de risco, como diabetes e doenças cardiovasculares, entre outras”, disse Eduardo Macário, diretor do Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças Não-Transmissíveis do Ministério da Saúde.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Feira de Santana registra mais 68 casos de covid-19 e quatro mortes nesta terça-feira (26)
Saúde

Feira de Santana registra mais 68 casos de covid-19 e quatro mortes nesta terça-feira (26)

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 51 pacientes internados no município e 764 casos ativos, ou seja,...

 Bahia registra 3.349 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas
Saúde

Bahia registra 3.349 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22%).

Saúde

Furar a fila da vacinação é crime e tem implicação penal

Especialista aponta principais sanções e ressalta a importância de denunciar casos

Vídeo

Rodoviários não aceitam proposta das empresas de ônibus e paralisam as atividades nesta terça-feira (26) Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta terça-feira 26.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram