Acorda Cidade - Dilton Coutinho

03 de Dezembro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 30/09/2020 09h20.

Começa remoção de barracas da Rua Sales Barbosa; são cerca de 800

Os camelôs estão sendo transferidos para o Shopping Popular Cidade das Compras.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Começa remoção de barracas da Rua Sales Barbosa; são cerca de 800
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Andrea Trindade

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana iniciou na manhã desta quarta-feira, 30 de setembro, a remoção das barracas da Rua Sales Barbosa. Segundo levantamento da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Feira de Santana (Settdec), o local tem cerca de 800 barracas. Os camelôs estão sendo transferidos para o Shopping Popular Cidade das Compras, localizado em frente ao Terminal de Central.

Ao Acorda Cidade, o secretário Municipal de Prevenção a Violência, Major Moacir Lima, informou que a previsão é de que até o próximo sábado o trabalho, tanto na Sales Barbosa quanto em outras ruas, seja finalizado.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

A operação na Sales Barbosa começou pelo final da rua, com cerca de 150 homens e o uso de guinchos, guindastes, gerador e retroescavadeira.

“Será um trabalho árduo, mas vamos vencer, há muito lixo. Vamos remover as barracas para dar uma nova cara ao centro da cidade, e para que as pessoas possam se alegrar a cada vez que vir aqui fazer suas compras, com segurança. Estamos com todo o aparato suficiente para realizar essa operação, com apoio logístico e participação de 150 homens. A operação ocorre de forma ordeira, tranquila e esperamos concluir sem nenhum problema”, afirmou.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Alguns barraqueiros ainda estavam com suas mercadorias guardadas nas barracas, porém a equipe aguardou a chegada dos proprietários para fazer a retirada e iniciar a remoção.

“Não tem como negar que não sabiam da remoção porque foi amplamente divulgado. Todos estão cansados de saber que terão que sair, mesmo assim avisamos, e nos grupos deles foram avisados também. Algumas barracas ainda estão com mercadoria, a gente aguarda a pessoa chegar, e damos o apoio que precisa para retirar as mercadorias”, destacou.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Reclamações

Marinalva Correia, vendedora de bolsas na Rua Marechal há 17 anos, acompanhou a remoção das barracas na Sales Barbosa e reclamou da ação. Ela disse ao Acorda Cidade que está preocupada com as dívidas que tem para pagar e que os oito meses de carência no Shopping Popular é apenas para os boxes, não foi suspensa a taxa de condomínio, 28 reais o metro quadrado. “Eu não tenho condições de pagar”, disse.

Proprietária de uma barraca na Sales Barbosa, Cláudia de Jesus,  disse em tom de desabafo que discorda da transferência para o Shopping Popular, neste momento.

“Eu não estou injuriada, mas estou decepcionada porque o shopping popular não está pronto. É mentira dele (proprietário do Shopping Popular) quando ele disse que a gente compra peça de roupa por 16 reais e vende por 45 reais”, afirmou se referindo às declarações do empresário responsável pelo empreendimento, Elias Tergilene, sobre as condições de efetuar o pagamento dos boxes pelo valor que está sendo cobrado.

Vendedora de confecções há 15 anos no local, Ana Cristina declarou que nunca foi contra a mudança, mas que ela deveria ser feita quando o shopping estivesse 100% concluído.

“É uma situação difícil porque o shopping não está totalmente pronto. Eu nunca fui contra a saída, mas sair da maneira que está sendo feita eu sou totalmente contra. Falta muita coisa e aquele shopping não chama a atenção de ninguém para entrar. Praticamente 30%, que é a parte do acabamento, não está pronta e a gente não sabe se vai ficar. Teria que terminar a obra, as escadas rolantes, deixar tudo bonitinho para a gente ir. Da forma como está sendo feito, nós estamos sendo obrigados a ir sem falar nada”, disse.

Leia também: Mais de 300 barracas já foram removidas do Centro
  

Fotos: Paulo José/Acorda Cidade

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Feirantes bloqueiam trânsito na Avenida Senhor dos Passos
Protesto

Feirantes bloqueiam trânsito na Avenida Senhor dos Passos

Os feirantes fecharam a via por aproximadamente vinte minutos, utilizando caixotes e pedaços de pau. A Políc...

Ciclista morre atropelado na BA-052
Feira de Santana

Ciclista morre atropelado na BA-052

A vítima pedalava uma bicicleta quando foi atropelada por um carro.

Consórcio que venceu licitação da iluminação pública começa a operar em 60 dias em Feira de Santana
Feira de Santana

Consórcio que venceu licitação da iluminação pública começa a operar em 60 dias em Feira de Santana

O secretário de Planejamento Carlos Brito, informou que se trata de uma Parceria Público Privada (PPP) e pre...

Vídeo

Sinaleira desaba no cruzamento da Rua Bacelar de Castro com a Papa João XXIII Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram