Acorda Cidade - Dilton Coutinho

22 de Outubro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Dilton e Feito

Todas as notícias
Publicado em 13/09/2020 16h14.

Reforma administrativa tira de professor e operador de raio-X direito a mais de 30 dias de férias

Governo diz que proposta vale só para novos contratados e que objetivo é dar tratamento igual ao dos demais servidores. Sindicatos defendem direito e dizem que vão se opor à reforma.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

A proposta de reforma administrativa encaminhada pelo governo Bolsonaro ao Congresso prevê que nenhum servidor público poderá ter mais de 30 dias de férias por ano, o que atinge diretamente professores, operadores de aparelhos de raio-X e aqueles que lidam com substâncias radioativas. De acordo com o Ministério da Economia, atualmente essas são as únicas categorias, dentro da estrutura do Executivo, com direito a mais de 30 dias de férias por ano. Os professores de instituições federais de ensino (superior, técnico ou básico) têm direito a até 45 dias e os operadores de raio-X, a 40 dias por ano (20 dias por semestre). O ministério informou que o objetivo da medida é uniformizar o tratamento aos servidores e que a mudança não atinge professores e operadores que já estão no serviço público, ou seja, valeria apenas para os contratados após a aprovação da reforma pelo Congresso. Entidades ligadas aos servidores defendem a manutenção da regra, negam que se trate de privilégio, e dizem que vão fazer oposição ao projeto (leia mais abaixo). A proposta de reforma administrativa do governo atinge somente servidores, ou seja, deixa de fora os membros de poderes como parlamentares, magistrados (juízes, desembargadores, ministros dos tribunais superiores), promotores e procuradores, além dos militares. Os magistrados, por exemplo, têm direito a 60 dias de férias por ano. No Congresso Nacional, deputados e senadores têm dois períodos de recesso no ano: de 23 de dezembro a 31 de janeiro e de 18 a 31 de julho. Nesse período, de 54 dias no total, não há sessão nem atividade legislativa. Segundo o Ministério da Economia, no Executivo federal são 138.331 servidores com direito a férias mais longas. Desses, 132.873 (96%) são das carreiras de magistério. Como a proposta atinge também servidores dos poderes Legislativo e Judiciário, o G1 procurou as assessorias de Câmara, Senado e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para saber se contam em suas estruturas com servidores com direito a mais de 30 dias de férias por ano. A Câmara respondeu que conta atualmente com 11 servidores que trabalham com radiologia em seu departamento médico, médicos e operadores de aparelhos de raio-X, e que têm 40 dias de férias por ano. O Senado informou que tem um servidor na mesma situação. O CNJ não respondeu. As informações são do G1/Política

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

'Um ataque à nossa democracia', afirma Rui Costa sobre ataques contra Denice
Eleições 2020

'Um ataque à nossa democracia', afirma Rui Costa sobre ataques contra Denice

O vídeo que vem sendo atribuído à candidata mostra a entrevista de uma policial militar, a capitã Sheyla B...

Bolsonaro pede que diplomatas levem verdade do Brasil ao exterior
Politica

Bolsonaro pede que diplomatas levem verdade do Brasil ao exterior

Em seu discurso, Bolsonaro orientou que mostrem a verdade do Brasil aos outros países, citando as medidas eco...

Contrato da Ponte Salvador-Itaparica será assinado em novembro
Bahia

Contrato da Ponte Salvador-Itaparica será assinado em novembro

O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa.

Vídeo

Confira os ganhadores da Campanha Liquida Feira Social 2020 Veja mais Vídeos ›

Podcast

Entrevista com o candidato a prefeito de Feira de Santana, José de Arimatéia (Republicanos)
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram