Acorda Cidade - Dilton Coutinho

03 de Dezembro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Eleições

Todas as notícias
Publicado em 10/09/2020 06h31.

Pesquisa A Tarde: Zé Neto tem 29% dos votos em Feira contra 22% de Colbert

Como a margem de erro é de 4 pontos percentuais, há uma situação de empate técnico.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Pesquisa A Tarde: Zé Neto tem 29% dos votos em Feira contra 22% de Colbert
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

Postulante à prefeitura de Feira de Santana, o deputado federal Zé Neto (PT) tem 29% das intenções de voto, contra 22% do atual prefeito Colbert Martins (MDB), que tenta a reeleição, aponta levantamento de A Tarde, realizado pela Potencial Pesquisa. Como a margem de erro é de 4 pontos percentuais, há uma situação de empate técnico.

Em seguida, aparecem o ex-deputado estadual e radialista Carlos Geilson (Podemos), com 9% e o vereador Beto Tourinho (PSB) com 5%. O empresário Carlos Medeiros (Novo), o deputado estadual José de Atimateia (PRB) e a deputada federal Dayane Pimentel (PSL) têm 2% das intenções de voto, cada. E a presidente do PSOL de Feira, Marcela Prest, obteve 1%. Outros 11% não sabem em quem votarão e 1% não quis responder. Os que informaram voto em branco ou nulo somam 16%.

Arte: A Tarde

Mantido o atual cenário, Feira poderia ter um segundo turno na eleição para a prefeitura depois de 24 anos - a última vez em que isso ocorreu foi em 1996, na disputa entre José Falcão e Josué Mello.

"Promete ser uma disputa acirrada. A gente não sabe o que pode acontecer. O Colbert tem a prefeitura na mão, o que pode lhe dar alguma vantagem. Por outro lado, a rejeição do Colbert é um pouco maior. Pelos números, ele parece ter uma avaliação que não é das melhores. Pode haver um cansaço, pelo grupo político estar há muitas gestões no poder", afirma Zeca Martins, diretor da Potencial Pesquisa.

Colbert tem a segunda pior rejeição, com 54% dos entrevistados dizendo que não votariam nele de jeito nenhum. Ele perde apenas para Arimateia, que tem 59% de rejeição. Geilson e Dayane aparecem com rejeição de 52%. Empatado tecnicamente com o prefeito nas intenções de voto, Zé Neto tem a menor rejeição entre os postulantes (39%).

Colbert e Zé Neto são também os dois postulantes à prefeitura mais conhecidos, com respectivamente 2% e 5% dos entrevistados dizendo que não os conheciam suficientemente para opinar.

Nos recortes por grupo, o petista leva vantagem contra o emedebista no eleitorado feminino (32% a 21%), entre os que ganham até dois salários mínimos (28% a 19%) e com os mais jovens - com idade entre 16 e 24 anos (39% a 22%). Martins pontua, entretanto, que uma melhor pontuação dentro de determinada faixa nem sempre se traduz em efetiva vantagem nas urnas. É o caso, por exemplo, dos mais jovens, que representam uma fatia menor do eleitorado geral. Já as mulheres ou aqueles com renda menor são faixas mais significativas.

Interesse

A Potencial também questionou os entrevistados sobre o interesse em votar. Perguntados se iriam ao local de votação caso o pleito ocorresse neste momento, 74% disseram que sim, 19% afirmaram que não e 7% não responderam. Na última eleição municipal, o índice de abstenção em Feira foi de 17%.

O cientista político Cláudio André de Souza destaca a possibilidade do aumento da abstenção em um cenário ainda incerto por causa da pandemia do novo coronavírus. “Neste sentido, a Justiça Eleitoral e as demais autoridades públicas precisam apresentar um protocolo de segurança singular em que listem medidas seguras para que os eleitores exerçam o seu direito político mais importante em uma democracia. Sem isso, uma parte da sociedade pode escolher ficar em casa, caso não se convença da segurança sanitária das eleições”, afirma.

Metodologia

O plano amostral da pesquisa foi desenvolvido com um nível de confiança de 95% e margem de erro de 4 pontos percentuais. Foram realizadas 600 entrevistas por telefone e o levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o nº BA-04344/2020.

As entrevistas foram realizadas por uma equipe contratada pela Potencial Pesquisa & Informação e devidamente treinada para este tipo de abordagem.

A amostra representativa dos eleitores de Feira de Santana foi selecionada com base em cinco Regiões Administrativas (RAs) e nos distritos sorteados aleatoriamente com probabilidade proporcional ao tamanho da população, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O número de entrevistas foi proporcional ao tamanho de cada estrato. A partir daí, foram selecionados aleatoriamente os bairros/localidades de cada estrato com base no tamanho da população. Em seguida, foi feita a seleção aleatória do entrevistado no cadastro, utilizando cotas proporcionais com as seguintes variáveis: gênero, faixa etária, grau de instrução e faixa de renda.

Proporção

As variáveis foram aplicadas nas seguintes proporções: gênero (masculino: 45%; feminino: 55%); faixa etária (entre 16 e 24 anos: 13%; de 25 a 34 anos: 22%; entre 35 e 44 anos: 24%; de 45 a 59 anos: 25%; com 60 anos ou mais: 16%); grau de instrução (analfabeto: 3%; lê e escreve: 7%; ensino fundamental incompleto: 20%; ensino fundamental completo: 5%; ensino médio incompleto: 13%; ensino médio completo: 35%; superior incompleto: 6%; superior completo: 11%) e faixa de renda (até dois salários mínimos: 79%; entre dois e cinco salários mínimos: 15%; mais de cinco salários: 6%).

Todas as entrevistas são verificadas por meio de monitoramento online via sistema e aproximadamente 20% delas são auditadas, segundo o instituto.

Fonte: A Tarde 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Deputado Robinson Almeida avalia que eleições em Feira tiveram abuso da máquina pública e manipulação da fé
Feira de Santana

Deputado Robinson Almeida avalia que eleições em Feira tiveram abuso da máquina pública e manipulação da fé

Coordenador geral da campanha de Zé Neto, Robinson fez uma análise das eleições em Feira de Santana.

Comentaristas políticos avaliam resultado das eleições de segundo turno em Feira de Santana
Eleições 2020

Comentaristas políticos avaliam resultado das eleições de segundo turno em Feira de Santana

Pontos positivos e negativos foram fundamentais na campanha dos candidatos para a política feirense, especial...

Eleitor tem 60 dias para justificar ausência em votação
Brasil

Eleitor tem 60 dias para justificar ausência em votação

É necessário documento que comprove impossibilidade de comparecer.

Vídeo

Sinaleira desaba no cruzamento da Rua Bacelar de Castro com a Papa João XXIII Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram