Acorda Cidade - Dilton Coutinho

24 de Setembro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Educação

Todas as notícias
Publicado em 04/09/2020 19h33.

Secretário municipal de Educação pede exoneração do cargo

Marcelo Neves deixou a secretaria em um momento de grande expectativa para famílias sobre a distribuição do kit alimentação e para professores sobre os salários cortados.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Secretário municipal de Educação pede exoneração do cargo
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Andrea Trindade

Por motivos pessoais, o advogado e secretário municipal de Educação, Marcelo Neves, pediu exoneração do cargo. Ele informou ao Acorda Cidade que recebeu um convite para atuação na área privada e que estava adiando a saída já há algum tempo.

“Estou deixando a secretaria por motivos pessoais e profissionais. Na verdade é uma decisão que eu já vinha protelando há algum tempo, mas não tinha mais como adiar. Eu tenho um ano e um mês na Secretaria de Educação, um período de muito aprendizado sem sombra de dúvidas, e um período difícil também, por conta da pandemia. Agradeço demais a confiança do prefeito Colbert Martins e serei sempre grato, não só a ele, como toda a equipe da Secretaria de Educação, os amigos, os professores, e os diretores com quem eu convivi neste período”, declarou.

Marcelo Neves não detalhou sobre a nova atuação, e afirmou que não procede que a saída dele seria para coordenar a campanha de reeleição do prefeito Colbert Martins Filho.

“As pessoas estão perguntando se eu estaria indo para a coordenação da campanha do prefeito, mas não é verdade. Não há nenhuma conversa neste sentido, mas estarei próximo sem sombra de dúvidas. Torço pela reeleição do prefeito Colbert, mas é por motivos profissionais e outros que tomei minha decisão. É uma decisão meramente pessoal”, destacou.

Ele também destacou que o período em que ficou foi pouco para implantar grandes mudanças de cunho pedagógico, mas que deixou melhorias de cunho material para a rede municipal de educação, apesar da pandemia.

“Neste um ano praticamente metade foi de pandemia, e estamos ainda enfrentando, mas conseguimos no ponto de vista estrutural implantar a reforma e a construção de várias unidades escolares, a questão das carteiras que conseguimos deslanchar a licitação, o fardamento escolar e uma série de conquistas que eu diria ser muito mais de cunho material. O grande projeto para a educação passa por uma questão muito mais de cunho pedagógico, de mudanças de algumas modalidades e isso não é em um ano, dois, nem mesmo em quatro anos que se consegue. Já disse em outras oportunidades que a educação é uma bala de tiro longo, não é de tiro curto, e precisa de um período para mudar inclusive a mentalidade daqueles que atuam principalmente no dia a dia e na administração das unidades escolares”, disse.

Colbert Filho disse ao Acorda Cidade que o novo secretário será definido provavelmente no fim de semana e anunciado após o feriado de 7 de setembro. Ele informou também que há vários nomes entre os indicados e ratificou que não houve convite para o ex-secretário assumir sua campanha eleitoral.

“Até terça-feira anunciaremos, não será segunda-feira por conta do feriado de 7 de setembro. O vereador licenciado Justiniano França, Sebastião Cunha, Denilton Brito, tem várias alternativas. Marcelo Neves está saindo por razões pessoais. Ele estava executando um bom trabalho há um ano em pouco na secretaria e agora vai para uma outra atividade, uma atividade privada. Não discutirmos isso (coordenação de campanha) em nenhum momento. A informação que ele me deu é que recebeu um convite para uma área privada importante e é um momento de escolha dele”, disse afirmou o prefeito.

Conforme destaca a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Edcuação (Seduc), o advogado Marcelo Neves acumula vasta experiência em cargos de gestão pública. Ele foi superintendente da Sudene, Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, no período entre 2016 e 2018; atuou como juiz conciliador no Tribunal de Justiça da Bahia e durante oito anos foi superintendente administrativo da União dos Municípios da Bahia, UPB. Foi também secretário parlamentar da Assembleia Legislativa da Bahia

Negociação com os professores

Marcelo Neves deixou a secretaria em um momento de grande expectativa de famílias sobre a distribuição do kit alimentação, e de negociação com professores para a devolução de salários cortado, referente ao deslocamento e carga horária, por conta da suspensão das aulas neste momento de pandemia.

Sobre estes assuntos, o prefeito de Feira de Santana afirmou que na próxima semana os kits devem começar a serem distribuídos e que as negociações com os professores continuam, mas que a ação judicial predomina sobre qualquer tipo de acordo.

"Foi reunido o comitê que trata da qualidade da merenda escolar, e as amostras foram aprovadas, e espero que na próxima semana a empresa forneça os alimentos. Já foi pago, testada a qualidade e o próximo passo é ensacar e distribuir. Isso acredito que durante a semana que vem a gente já comece e fazer (...). Essa questão da devolução dos salários vai depender muito das circunstâncias, não há qualquer tipo de passo que não tenha sido dado também sem que exista reciprocidade, e pelo que estou vendo, não há reciprocidade alguma, só exigências. A ação judicial predomina sobre qualquer tipo de acordo e por enquanto a negociação prossegue sim, mas estamos sob decisão judicial. Enquanto estivermos sobre decisão judicial prevalece a decisão da justiça” afirmou Colbert ao Acorda Cidade.

Protocolos e medidas de volta às aulas

A assessoria de comunicação da Seduc destaca que Marcelo Neves deixa em construção, numa etapa já bastante adiantada, um Plano de Contingência para uma possível volta às aulas. O plano foi elaborado em conjunto com o Departamento de Ensino da Seduc e a Secretaria de Saúde.

Ainda segundo a assessoria, o documento apresenta ações de responsabilidade da Seduc, nos âmbitos da biossegurança, infraestrutura, administrativo, comunicação e pedagógico; há também um conjunto de ações a serem executadas pela unidade escolar, através da sua equipe gestora, professores e equipe de apoio.

Não há previsão para a volta das aulas no plano físico. O plano só será posto em prática após o parecer técnico do Comitê de Controle da Covid-19 de Feira de Santana, autorizando o retorno às aulas presenciais. Adaptação dos espaços para evitar aglomerações, o aumento da ventilação e o uso de materiais de higiene estão entre os itens discutidos no documento.


Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Enem: estudantes tem até 1º de outubro para inserir foto no cadastro
Educação

Enem: estudantes tem até 1º de outubro para inserir foto no cadastro

A fotografia também deve mostrar o rosto inteiro do participante

Colbert e Zé Neto estão empatados tecnicamente, aponta IB/Paraná Pesquisas
Nova pesquisa

Colbert e Zé Neto estão empatados tecnicamente, aponta IB/Paraná Pesquisas

A pesquisa foi registrada no TSE com o número BA-09007/2020.

Vídeo

Veja como ficou a Avenida Senhor dos Passos após remoção das barracas Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram