Acorda Cidade - Dilton Coutinho

25 de Setembro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Dom Itamar Vian

Todas as notícias
Publicado em 10/08/2020 09h51.

A família como vai?

Hoje, mais que em outras épocas, a família, está passando por profundas transformações.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

De 09 a 15 de agosto promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, acontece a Semana da Família, que neste ano tem como tema: “Eu e minha casa serviremos ao Senhor” (Josué, 24,15). Hoje, mais que em outras épocas, a família, está passando por profundas transformações.

A FAMÍLIA é uma comunidade onde a pessoa humana vive sua primeira e fundamental experiência de ser amada e de amar. Essa experiência, ou a falta dela, a pessoa carrega pela vida afora marcando positiva ou negativamente todos os seus relacionamentos humanos, sociais e religiosos. A família é um espaço de encontro amoroso e construtivo entre pessoas de várias gerações. Nela a experiência dos mais idosos enriquece a vida em formação e a alegria da infância e da juventude ilumina e enche de esperança a maturidade e a velhice.

OS PAIS, por natureza e missão, são os primeiros educadores de seus filhos. Nunca deveriam delegar esse dever e direito a outros, seja aos parentes, às babás, à escola ou, pior ainda, à televisão e redes sociais. Essas instâncias podem e devem ajudar ou complementar, mas não assumir o que é dever educativo fundamental dos pais e da família como um todo.

ATUALMENTE, as ciências humanas nos ensinam que os primeiros anos são os mais decisivos na educação das crianças. Até os seis anos de vida da criança se implantam, na sua personalidade, valores humanos, cívicos e cristãos, que vão orientá-la e estimulá-la pelo resto da vida. Certamente, nos anos posteriores, novos valores deverão ser acrescentados, mas dificilmente terão a mesma ressonância.

A FAMÍLIA já passou por tempos melhores. Hoje, tempestades de todo o tipo açoitam a instituição. Nossa família pode não ser aquela que sonhamos. Nossos pais podem não ser os melhores. Não importa. Carregamos pela vida a certeza que ali é o melhor lugar do mundo e essa certeza alimentará nossa caminhada e nossa confiança. Carregamos em nossa alma as montanhas, vales ou planícies onde nascemos.

PEDIMOS a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, que abençoe e acompanhe as famílias brasileiras a fim de que nelas habite a Paz, a Esperança e a Solidariedade. Que a sagrada Família de Nazaré, pela fidelidade com que viveu a missão recebida de Deus, seja modelo de todas as famílias, para as quais pedimos copiosas bênçãos. Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!

Dom Itamar Vian
Arcebispo Emérito
[email protected]

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Artigo

O livro mais lido

A Bíblia é o livro sagrado dos cristãos.

Artigo

Sinais de alerta

Quais são os sinais de alerta que podem levar ao suicídio?

Artigo

A vitória da Cruz

Ser parente ou amigo de um crucificado era motivo de vergonha.

Vídeo

Veja como ficou a Avenida Senhor dos Passos após remoção das barracas Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram