Acorda Cidade - Dilton Coutinho

13 de Agosto de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 01/08/2020 09h55.

Cachorro que espera dono sair de hospital há três anos em Feira de Santana, vira atração do local

Paciente esperado pelo cão Boby morreu em 2017.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Cachorro que espera dono sair de hospital há três anos em Feira de Santana, vira atração do local
Foto: Reprodução/TV Subaé

Acorda Cidade

Um cachorrinho, chamado Boby, vive há quase 3 anos na porta do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana. Ele chegou na unidade após o dono, um homem que vivia em situação de rua, ser atendido na emergência do hospital. Ele morreu.

De acordo com os funcionários, Boby apareceu no hospital no final de 2017. Assim que a ambulância chegou, o cachorrinho veio atrás. Mesmo sem reencontrar o dono, ele não saiu mais da frente da unidade de saúde e, por isso, virou mascote do local.

"Ele só não gosta de banho, a gente tentou e ele se feriu todo mordendo a corrente para se sair. Nunca mais foi na manutenção ver a gente, depois do banho [risos]", disse André Lopes, auxiliar de manutenção.

Os funcionários contaram que, quando Boby não come um alimento que recebe imediatamente, prefere esconder em algum lugar seguro, como se lembrasse dos hábitos do velho amigo. O comerciante Aldair Ramos trabalha há 16 anos vendendo lanches no hospital e conheceu a história de perto.

"Boby chegou com acompanhante, comoveu muita gente aqui no hospital, ficou quieto na porta da emergência. Ele se acomodou, ficava deitado, voltava, foi um dia, dois dias e até hoje Boby está aqui, acho que na esperança do dono aparecer", contou Aldair.

Recentemente, o hospital foi ampliado e a unidade II foi inaugurada. Durante as obras, Boby também não saiu do local, deixando marcas das patas na calçada.

A auxiliar de enfermagem Marisa Alves contou que nem o governador do estado, Rui Costa, escapou dos olhares do cachorrinho. Boby acompanhou a entrega da unidade de saúde e chegou a latir para comitiva.

"Ele ficou aqui na praça de alimentação, o governador veio, olhou toda a praça com o pessoal e ele [Boby] atrás. Eu falei: 'olha a imponência de boby, personalidade importante'. Ele parecendo que era um fiscal da obra, autoridade máxima", contou Marisa.

A espera do cãozinho pelo dono gera dúvidas nos funcionários do hospital, como ter explicações sobre memória afetiva e o comportamento de Boby que ainda espera pelo amigo.

"Memorização quando ele entrou no hospital e é normal uma pessoa entrar e sair, por isso ele está esperando até hoje. A fidelidade do dono, era a única pessoa que ele tinha, morador de rua. Devido à fidelidade que tinha, ele está ali até hoje esperando e tem a certeza que o dono vai sair", explicou Luciano Mutiriba, médico veterinário.

Fonte: TV Subaé/ G1

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Chefe de educação ambiental alerta comunidade sobre aumento de número de cascavéis em distrito
Feira de Santana

Chefe de educação ambiental alerta comunidade sobre aumento de número de cascavéis em distrito

Ele informou que esta situação está acontecendo porque os predadores naturais das cobras estão sendo morto...

Avenida Artêmia Pires e Marechal Castelo Branco recebem nova pavimentação com melhor resistência
Feira de Santana

Avenida Artêmia Pires e Marechal Castelo Branco recebem nova pavimentação com melhor resistência

De acordo com o superintendente de Obras, José pinheiro, nos próximos dias, os serviços de pavimentação ...

Após cinco meses de fechamento, dona de academia relata expectativas com o retorno das atividades
Covid-19

Após cinco meses de fechamento, dona de academia relata expectativas com o retorno das atividades

Ela ressalta que apesar do retorno, as pessoas não podem deixar os cuidados de lado. A pandemia ainda não ac...

Vídeo

Maternidade Santa Emília Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram