Acorda Cidade - Dilton Coutinho

15 de Julho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 30/06/2020 10h38.

Covid-19: Prefeito Colbert Martins alerta para os perigos da automedicação

Um dos medicamentos citado por ele é o Dexametasona.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Covid-19: Prefeito Colbert Martins alerta para os perigos da automedicação
Foto: Secom

Acorda Cidade

O prefeito Colbert Martins Filho, que também é médico, alertou para uso de alguns medicamentos que estão sendo utilizados para o tratamento da covid-19. Ele chamou atenção para os perigos da automedicação e lembrou que os medicamentos são drogas e que podem trazer danos a saúde se utilizados de maneira incorreta. Um dos medicamentos citado por ele é o Dexametasona.

“Esse medicamento é um corticoide, portanto ele tem a capacidade de baixar a resistência. É preciso que a gente tenha o cuidado ao oferecer ao paciente e de acompanhar. Dexametasona nesse aspecto está sendo utilizado como anti-inflamatório, mas pode provocar baixa de resistência, então a gente pode está atuando de uma forma e por outro lado, fazendo algo que não é adequado. Esse tipo de uso precisa ter um acompanhamento médico absolutamente permanente e competente. Remédio é droga, 90% do remédio é bom e 10% provoca doença, então entendemos que precisa ter cuidado nesse manejo para ver exatamente qual o nível de bom resultado que vai ter em compensação com os resultados negativos”, afirmou.

Colbert destacou que também é importante entender que os medicamentos tem que ser dados com base na patologia existente das pessoas e disse que não é simplesmente distribuir o medicamento, mas administrar e fazer o acompanhamento.

“Se tivermos pessoas com problemas, medicamentos de alguns tipos não podem ser dados. Pessoas que tem hipertensão, vários medicamentos não podem ser dados. Dexametasona, por exemplo, se a pessoa tiver qualquer doença autoimune, é preciso ter cuidado, câncer, de jeito nenhum. Nos casos da Cloroquina, é preciso verificar a função hepática, porque existem problemas de limitação de funções empáticas. Tem muita gente fazendo automedicação, comprando medicamento direto na farmácia e é preciso que se entenda que o risco é elevado. Está todo mundo com medo da pandemia, eu também estou, mas não é por medo que vou tomar tudo que está aí, é preciso que a gente tenha cautela”, declarou.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Indenização para profissional da saúde afetado por covid-19 é aprovada
Saúde

Indenização para profissional da saúde afetado por covid-19 é aprovada

Benefício vale para quem atuou diretamente no combate à pandemia.

Feira registra mais 5 mortes  e 75 novos casos de covid-19; mais de 600 pessoas aguardam resultados de exames
Boletim

Feira registra mais 5 mortes e 75 novos casos de covid-19; mais de 600 pessoas aguardam resultados de exames

O total de pacientes recuperados é de 2.854 e o de casos ativos é 2.348.

Vídeo

Toque de Recolher em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta terça-feira 14.07:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram