Acorda Cidade - Dilton Coutinho

07 de Julho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 29/06/2020 13h24.

Especialista ensina como diferenciar os sintomas da dengue, zika, chikungunya e covid-19

Diagnóstico das doenças provocadas pelo mosquito Aedes aegypti e pelo novo coronavírus favorece o tratamento correto
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Especialista ensina como diferenciar os sintomas da dengue, zika, chikungunya e covid-19
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

As arboviroses dengue, zika e chikungunya, transmitidas pelo aedes aegypti ou popularmente chamado de mosquito da dengue, vêm preocupando a população e as autoridades de saúde na Bahia, além da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Em Salvador, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) registrou, de janeiro a maio deste ano, 8.400 casos de dengue, zika e chikungunya, um crescimento de 338% em relação ao mesmo período de 2019.

A Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana informou que entre janeiro e abril deste ano houve um aumento de 64,77% dos casos de chikungunya em comparação ao mesmo período do ano passado. A questão é: como identificar e diferenciar uma doença da outra? Para esclarecer as dúvidas, a gerente de Operações Médicas do Grupo Vitalmed, Diana Serra, informa quais os sintomas das arboviroses e da covid-19 e o que as pessoas com suspeita de contaminação devem fazer para ter o diagnóstico e tratamento corretos.

Os principais sintomas da covid-19 se assemelham a um resfriado, com febre, tosse, dor de cabeça e dificuldade de respirar. A doutora Diana orienta que, em caso de febre a partir de 37,8ºC persistente, por mais de 72 horas (três dias), e falta de ar, procurar atendimento médico. A médica aconselha ainda que, antes de sair de casa, ligar para o serviço gratuito do Telecoronavírus 155 para falar com profissionais de saúde ou baixar o aplicativo Monitora Covid-19, que vai fazer o monitoramento e informar o serviço de referência mais próximo.

Nos casos de dengue, zika e chikungunya, não há manifestação de dificuldades respiratórias. Os principais sintomas da dengue são febre alta, dor no corpo e atrás dos olhos, fraqueza e vômitos. “A febre e a dor no corpo podem ser confundidas com a covid-19, mas o novo coronavírus provoca tosse e dificuldade para respirar”, ressalta Diana. A chikungunya também apresenta febre alta, acompanhada por dores musculares e nas articulações (pés, mãos, pulsos e cotovelos), além de dor de cabeça.

A zika se diferencia pelas erupções na pele com coceiras, febre baixa, olhos vermelhos, dor nas articulações, nos músculos e na cabeça. “No caso de alguma suspeita, procurar um hospital ou clínica de saúde para se consultar com um clínico geral ou infectologista”, orienta a médica, acrescentando que os sintomas das três arboviroses costumam durar de 7 a 10 dias. Já a covid-19, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tempo de incubação é de até 14 dias, podendo se manifestar por cinco dias

O índice de casos das arboviroses em Salvador e Feira de Santana tem crescido devido às chuvas constantes e ao acúmulo de água em caixas d’água, vasos de planta, pneus, piscina e até bebedouro de animais. “A água parada é o principal causador da proliferação do mosquito aedes aegypti. É preciso lavar os recipientes que podem acumular água e eliminar as larvas, impedindo a reprodução do mosquito e contribuindo para reduzir os índices de infestação”, conclui a doutora Diana.

    

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Novos leitos de UTI já estão funcionando no Hospital de Campanha
Saúde

Novos leitos de UTI já estão funcionando no Hospital de Campanha

O Hospital de Campanha passa a contar com 18 leitos de UTI e 40 leitos clínicos.

Saúde

Homem denuncia falta de oxigênio em ambulância durante transferência do tio

Ele faleceu com apenas um maqueiro e o motorista na ambulância.

135 novos casos de covid-19 e mais 3 mortes registradas em Feira de Santana em 24 horas
Boletim

135 novos casos de covid-19 e mais 3 mortes registradas em Feira de Santana em 24 horas

O número de pacientes internados é de 71 e 2.213 estão em isolamento domiciliar.

Vídeo

Paciente do município de Ruy Barbosa recebe homenagem em Centro de Hemodiálise após vencer Covid-19 Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta terça-feira 07.07:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram