Acorda Cidade - Dilton Coutinho

19 de Outubro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 25/05/2020 12h45.

Sogra é suspeita de matar o genro a pauladas no distrito de Tiquaruçu

Ela disse na delegacia que não cometeu o crime, mas que tinha muitos motivos.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Sogra é suspeita de matar o genro a pauladas no distrito de Tiquaruçu
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Acorda Cidade

A sogra de Michel de Brito Machado, de 38 anos, foi presa no domingo (24) no distrito de Tiquaruçu em Feira de Santana, momentos após o mesmo ter sido encontrado morto no quarto da residência onde morava. Apontada como suspeita do crime, ela foi conduzida para a delegacia juntamente com a filha adolescente e companheira da vítima, por policiais militares da 67ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM).

Michel de Brito foi morto com pauladas na cabeça enquanto dormia. Segundo a 67ª CIPM, no início da manhã de domingo (24), eles se deslocaram ao povoado de São Cristóvão, em Tiquaruçu, para averiguar a informação de que houve um homicídio em uma residência. Ao chegar à localidade constataram a veracidade do fato e receberam a informação de que a autora estaria no local. Os três moravam juntos.

Ao Acorda Cidade a delegada Danielle Mathias, que efetuou o levantamento cadavérico, disse que ao chegar à delegacia foi lavrado o auto de prisão em flagrante da sogra de Michel, e que a filha da suspeita e testemunha do crime, foi ouvida e liberada.

“A vítima foi encontrada na cama. Segundo informações, ele estaria dormindo no momento em que recebeu as pauladas. Segundo uma testemunha, que era esposa da vítima, a mãe dela teria usado o pé de madeira de uma mesa que não estava sendo mais utilizado. Isso tudo será investigado pela Delegacia de Homicídios, que vai aprofundar as investigações para saber realmente o que aconteceu. A suspeita foi presa pela Polícia Militar no local do homicídio. Ela estava lá, pois residia juntamente com o genro e a filha, que é menor de idade. Ela foi ouvida como testemunha e liberada para o Conselho Tutelar. A equipe veio buscá-la aqui na delegacia, pois a responsável por ela, no momento estava sendo presa”, informou.

Ainda segundo a delegada, a suspeita não confessou o crime, mas alegou que tinha muitos motivos. Declarou que recebia constantes ameaças da vítima, era humilhada e agredida pelo genro.

“Segundo ela, o genro já a agrediu bastante com pontapés, com socos,e até com a capa de facão. Ele dormiu com um facão ao lado da cama. Ela disse que ele a colocava sentada por várias horas sem poder levantar. Então ela falou que já passou por muitas situações humilhantes e já foi muito agredida. No final do interrogatório, ela não confessa o crime, disse que tinha muitos motivos, porém não o matou. Ela disse também que vivia sob ameaças de morte”, concluiu a delegada em entrevista ao Acorda Cidade.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Suspeito de envolvimento em morte de policial militar no Rio de Janeiro é preso no aeroporto de Salvador
Polícia

Suspeito de envolvimento em morte de policial militar no Rio de Janeiro é preso no aeroporto de Salvador

Sargento Adriano Maia Corrêa, de 50 anos, foi vítima de latrocínio, roubo seguido de morte. Crime aconteceu...

PC inicia nova plataforma virtual de registros de ocorrências
Bahia

PC inicia nova plataforma virtual de registros de ocorrências

Além da Delegacia Virtual, os procedimentos realizados pela Polícia Civil, desde registro de ocorrência, au...

Menino de 2 anos é achado morto perto de rio na BA; mãe é suspeita de arremessar criança na água
Bahia

Menino de 2 anos é achado morto perto de rio na BA; mãe é suspeita de arremessar criança na água

Caso ocorreu em Iaçu nesta segunda (18) e Polícia Civil da cidade diz que mãe foi presa em flagrante. Infor...

Vídeo

Princípio de incêndio atinge distribuidora de produtos automotivos na Rua Cristóvão Barreto Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta segunda-feira 18.10:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram