Acorda Cidade - Dilton Coutinho

06 de Junho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 22/05/2020 09h55.

Covid-19: qual testagem eu devo fazer?

Especialista esclarece diferenças entre os testes
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Covid-19: qual testagem eu devo fazer?
Foto: Ascom

Acorda Cidade

Não são apenas os sintomas da doença causada pelo novo coronavírus ou as formas de prevenção que vêm provocando dúvidas na população, questões ligadas aos tipos de testes para a confirmação da doença também. Atualmente, três métodos podem identificar se uma pessoa está infectada: Através da sorologia (IgG/IgM) que é realizada por amostra de sangue (coleta venosa), do RT-PCR por coleta via swab (espécie de cotonete) das secreções nasal e orofaringe e dos testes rápidos ( de antígeno - que detecta proteínas do vírus na fase de atividade da infecção, e de anticorpos - que identificam uma resposta imunológica do corpo em relação ao vírus).

Muitos defendem o uso de testes que ofereçam celeridade para se detectar a Covid-19, ampliando, desta forma, a quantidade de pessoas infectadas em isolamento. Para estes casos, utiliza-se o método de sorologia, com base na coleta de sangue do paciente, visto que os resultados podem ser dados em até 4 hora. Com as amostras em laboratório, é observada a presença de dois anticorpos: IgG e IgM, que são as defesas produzidas pelo organismo para combater o vírus.

“Os órgãos de saúde tem sugerido cautela na utilização dos testes rápidos, uma vez que o organismo leva cerca de 07 dias para produzir os primeiros anticorpos (IgM), a partir do momento em que o paciente teve contato com o vírus. E apenas após 14 dias, os anticorpos IgG são encontrados”, destaca o farmacêutico Bbioquímico, pós-graduado em Microbiologia e Responsável Técnico do Ihef Laboratório, Marcus Machado. Ainda de acordo com o Bioquímico, a sorologia é indicada para quem já teve sintomas há pelo menos 7 dias, ou para aqueles que tiveram contato direto com pessoas infectadas.

A outra maneira de detectar a doença é através do teste de biologia molecular ou RT-PCR (Reação em cadeia da polimerase), quando é feita a busca pelo RNA do vírus no organismo humano. Esse tipo de verificação leva mais tempo para obtenção do resultado (até 3 dias úteis), mas em contrapartida fornece uma resposta mais assertiva do que os outros testes para pacientes sintomáticos (pessoas que apresentem sintomas do vírus, entre o primeiro e sétimo dia de manifestação).

“O ideal é que a existência do vírus no organismo seja identificada o mais breve possível, logo que surjam as primeiras suspeitas, para que se iniciem as medidas de isolamento e de monitoramento do estado de saúde do paciente. Quanto mais cedo é diagnosticado, menos chances de agravamentos ocorrem. Isso vale para toda a população, já que muitas pessoas terão sintomas leves ou, até mesmo, serão assintomáticas”, reforça Marcus.

Drive-Thru 

Com capacidade de atendimento para 200 exames/dia, o “Drive Thru” funciona na Rua Aristides Novis (atrás do Ed. Ícone), bairro Kalilândia. Das 07h às 18h de segunda a sexta e das 07h às 14h aos sábados e domingos, por meio de agendamento. A marcação poderá ser feita pelo call center (75 2101-5020), WhatsApp (75 98130-3051) ou formulário no site https://www.ihef.com.br/index.html . O objetivo é reduzir possíveis aglomerações e o tempo de espera pela realização dos exames

O IHEF Laboratório vem realizando testes para Covid-19 pelo método da Sorologia em 11 das 16 unidades em funcionamento em Feira de Santana. A sorologia também pode ser realizada nas unidades de São Gonçalo dos Campos, Santo Estevão e Pojuca. Já o RT-PCR é realizado somente através da coleta domiciliar e no Drive Thru em Feira de Santana.

“Por sermos especialistas na área, possuímos toda a estrutura de análise destes materiais em Feira de Santana e conseguimos realizar centenas de testes por dia, otimizando a entrega do resultado dos nossos pacientes”, explica o Superintendente de operações do Ihef, Athanderson Barbosa.

Os testes podem ser realizados por alguns convênios ou de forma particular (sem convênio) e pode ser dividido em até 3x nos cartões de crédito. Sua execução é feita com toda a segurança, atendendo aos mais elevados padrões de higiene e proteção.  

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

UFRB disponibiliza e-books gratuitos com temas sobre a pandemia do coronavírus
Bahia

UFRB disponibiliza e-books gratuitos com temas sobre a pandemia do coronavírus

A obra, no formato e-book, objetiva ajudar os profissionais de saúde no enfrentamento à pandemia, e apresent...

Mês de conscientização da infertilidade: especialistas esclarecem questões sobre saúde reprodutiva durante a pandemia
Saúde

Mês de conscientização da infertilidade: especialistas esclarecem questões sobre saúde reprodutiva durante a pandemia

A infertilidade conjugal é caracterizada pela ausência de gravidez em um casal com vida sexual ativa e que n...

Mais 2 mortes e 26 novos casos de covid-19 em Feira de Santana
Boletim

Mais 2 mortes e 26 novos casos de covid-19 em Feira de Santana

O total de casos já registrados subiu para 919.

Vídeo

Coletiva sobre ações da prefeitura para preservação do meio ambiente Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram