Acorda Cidade - Dilton Coutinho

05 de Junho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Educação

Todas as notícias
Publicado em 22/05/2020 08h13.

Enem 2020: estudantes dividem opiniões após o adiamento do exame

A suspensão das provas foi aprovada pelo Senado na terça-feira (19).
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Enem 2020: estudantes dividem opiniões após o adiamento do exame
Foto: Divulgação

Agência Educa Mais Brasil

Para muitos estudantes que se candidataram ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o adia-mento é a alternativa mais coerente em um momento de isolamento social causado pela pandemia no país. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Edu-cação (MEC) decidiram adiar o exame, após a pressão de estudantes, professores e instituições, e também por conta das manifestações do Poder Legislativo.

As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que estava previsto nos editais. Segundo as organi-zações responsáveis pela aplicação da prova, a medida segue uma demanda imposta pela sociedade, em razão da dificuldade que muitos candidatos estão enfrentando para estudar durante esse período de pan-demia.

Mesmo entre aqueles que frequentam escolas particulares, o adiamento foi uma escolha mais sensata, co-mo opina a estudante do 3º ano do Ensino Médio, Giulia Marques, de 17 anos. “Achei positivo o adia-mento do Enem porque muitos estudantes seriam prejudicados. Nas escolas particulares, muitos alunos têm acesso à internet, mas essa não é a realidade de muitas pessoas, principalmente dos alunos das escolas públicas, que estão sem aulas”, avalia.

Giulia estava matriculada em uma escola da rede privada de Salvador, BA, mas com a pandemia e suspen-são das aulas presenciais, sua mãe optou por cancelar a matrícula. Ainda assim, ela manteve a rotina de estudos para garantir o acesso ao ensino superior. “Muitas vezes, o Enem é a oportunidade para as pessoas terem acesso à faculdade e não seria justo aplicar a prova para os estudantes que estão tendo dificuldade para estudar por não terem aulas nem internet em casa”, conclui a estudante que segue se dedicando aos conteúdos em casa, por conta própria.

Na contagem até quarta-feira (20), mais de quatro milhões de pessoas já tinham efetuado a inscrição para o Enem. Até então, os estudantes terão até as 23h59 do dia 22 de maio (amanhã) para realizar as inscri-ções. Entre os inscritos está Mirella Silva Rosa, 38. A auxiliar administrativa soteropolitana não concorda com o adiamento da prova. Segundo ela, há outras formas de ajudar ambos os lados. “Não achei uma boa notícia, não. Na minha opinião, é bem desnecessário. As pessoas podem realizar a prova on-line e para as demais que não têm acesso à internet eles poderiam organizar melhor”. Ela acredita que os estudantes de-vem se esforçar para fazer uma boa prova. “Depende de cada um deles”, afirma Mirela que deseja cursar Administração.

Para encontrar uma data que seja mais adequada, o Inep irá promover uma enquete direcionada aos inscri-tos do Enem 2020, que será realizada no final de junho, por meio da Página do Participante. A novidade foi divulgada na terça-feira (19), pelo Ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Inscrições

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) entrou com uma ação na Justiça Federal de São Paulo solici-tando a prorrogação das inscrições. No processo, o partido pede que o Judiciário suspenda o prazo final para inscrição até que o estado de calamidade seja revogado ou que, ao menos, a situação esteja mais con-trolada.

Os estudantes que desejam ter mais informações sobre o exame, como recursos de acessibilidade, funcio-namento do processo de isenção, inscrição e datas, devem acessar o portal do Inep e do Ministério da Educação, que são os canais de informação do Enem 2020, assim como as redes sociais oficiais dos dois órgãos do Governo federal. O Inep também possui um canal de autoatendimento on-line e por ligação no número 0800 616161 (somente chamadas de telefone fixo).
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Educação

Publicação online disponibiliza trabalhos da Jornada de Extensão da Uefs

A Jornada de Extensão, depois de dez anos, voltou a integrar o calendário oficial da Uefs.

Rede UniFTC movimenta desenvolvimento profissional através do projeto Integra RH
Educação

Rede UniFTC movimenta desenvolvimento profissional através do projeto Integra RH

O projeto vai reunir importantes speakers do mercado e colaboradores de empresas parcerias da rede de ensino p...

Vídeo

Manifestantes protestam contra o fechamento do comércio em frente a Hospital de Campanha e pedem informações sobre obra Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram