Acorda Cidade - Dilton Coutinho

26 de Outubro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Moda e Beleza

Todas as notícias
Publicado em 21/05/2020 08h26.

Pessoas estão lavando menos os cabelos e comportamento aumenta as chances de queda capilar

Para amenizar o problema, especialista traz dicas que vão desde a higienização diária dos cabelos até a utilização de LEDterapia
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

Segundo balanço feito recentemente por uma das maiores empresas de produtos de higiene do mundo, a Unilever, o isolamento social, por conta da pandemia do coronavírus tem feito as pessoas lavarem menos os cabelos. De acordo com os resultados financeiros da empresa, o isolamento diminuiu em 25% a demanda por produtos como shampoo, condicionador, espuma e lâminas de barbear, desodorante e cremes hidratantes.

Segundo o angiologista e especialista em queda capilar e fortalecimento dos fios, Álvaro Pereira, a lavagem diária dos fios é um dos fatores mais importantes no combate à queda capilar; problema que tem aumentado nesta quarentena, já que as pessoas estão sofrendo forte sobrecarga emocional com picos de ansiedade e estresse devido à insegurança do cenário de pandemia.

A perda de cabelo induzida pelo estresse, conhecida como eflúvio telógeno (em geral temporário), pode ocorrer principalmente devido às altas taxas de cortisol (hormônio do estresse) no organismo, comprometendo assim o sistema circulatório periférico. A maior liberação de adrenalina, decorrente do estresse, causa uma vasoconstrição nas raízes dos cabelos com menor aporte de sangue e nutrientes ao fio, o que impacta na fase de crescimento.

O especialista explica que o uso de produtos fortificantes e tônicos específicos para lavar o couro cabeludo diariamente (ou dia sim, dia não) contribui para evitar inflamações, ajudar na remoção de resíduos e excesso de oleosidade; já que a pele suja e oleosa do couro cabeludo não consegue absorver os nutrientes, e estimular o bulbo capilar e a circulação local, trazendo assim mais nutrientes para o folículo piloso, contribuindo para o crescimento de novos fios.

É valido saber que na situação de normalidade, cerca de 85% dos fios de cabelo do couro cabeludo estão crescendo e 15% estão em repouso ou caindo. Quando o fio cai, o folículo permanece intacto no mesmo local gerando outro fio que cresce novamente. Este é o chamado ciclo capilar que se repete ao longo da vida. O fio de cabelo nasce, cresce, repousa, morre e nasce novamente algumas vezes na vida. Devido a este ciclo, é comum que haja uma queda de 100 a 150 fios de cabelo por dia. Quando a queda de cabelo é superior a essa quantidade, a recomendação é procurar ajuda de um especialista.

Confira abaixo duas dicas de tratamento que o Dr. Álvaro destacou para evitar e tratar a queda capilar durante este período de quarentena. As dicas incluem a lavagem dos cabelos com produtos específicos, até a utilização de LEDterapia:

Lavar os cabelos: Deve-se lavar os cabelos diariamente, ou intercalar dia sim e dia não para evitar inflamações, como citado acima. Cosméticos bons que podem evitar a queda são constituídos por antioxidantes naturais, como os shampoos e condicionadores Capellux Antiqueda. Feitos com ingredientes 100% naturais, reduzem a perda capilar em até 60%, além de aumentarem a espessura dos fios. Através da combinação de três ativos botânicos: baicalina (extrato de planta comumente utilizado pela medicina oriental), germinados de soja e trigo e a cafeína; eles agem diretamente no couro cabeludo, estimulando o crescimento, a força e o brilho dos fios.

Fazer o uso de LEDterapia: A técnica é comprovadamente eficaz no quadro de eflúvio telógeno. Através da luz emitida pelo LED proveniente do capacete Capellux I9 ou Boné Capellux de uso domiciliar, ocorre uma intensificação da atividade celular no bulbo capilar, promovendo renovação das células, crescimento do cabelo, aumento da espessura dos fios e maior circulação sanguínea no couro cabeludo. Melhor explicando, estes dispositivos emitem uma radiação com frequência específica, de baixa potência. Os raios vão promover a dilatação dos vasos sanguíneos, o que aumenta a entrada de nutrientes e oxigênio nas células capilares. Com isso, também cresce a produção de energia celular e, consequentemente, a capacidade de produzir mais fios de cabelo de melhor qualidade.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Tie Dye deve ser usado com bom senso, alerta especialista
Estilo

Tie Dye deve ser usado com bom senso, alerta especialista

Especialista em moda alerta para as harmonizações de cores e estilos da tendência do momento.

Cabelo danificado: saiba quais tratamentos buscar no salão
Beleza

Cabelo danificado: saiba quais tratamentos buscar no salão

Apesar dos produtos para uso caseiro trazerem saúde aos fios, em casos graves de dano é necessário procurar...

Quais serão as tendências de moda no cenário pós-pandemia?
Moda

Quais serão as tendências de moda no cenário pós-pandemia?

Confira como a pandemia causada pelo novo coronavírus influenciou o setor da moda

Vídeo

Entrevista com o candidato a prefeito de Feira de Santana, Roberto Tourinho (PSB) Veja mais Vídeos ›

Podcast

Entrevista com o candidato a prefeito de Feira de Santana, Roberto Tourinho (PSB)
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram