Acorda Cidade - Dilton Coutinho

02 de Junho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Dilton e Feito

Todas as notícias
Publicado em 20/05/2020 15h29.

Senadores querem aumentar punição a corrupção em pandemias

Alguns deles, além de lamentar os escândalos divulgados pela imprensa, estão apresentando medidas legislativas na tentativa de inibir novos casos.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Senadores querem aumentar punição a corrupção em pandemias
Foto: Polícia Civil de Mato Grosso

As denúncias de corrupção e mau uso do dinheiro público durante o estado de calamidade por conta da pandemia de coronavírus está provocando a reação de senadores. Alguns deles, além de lamentar os escândalos divulgados pela imprensa, estão apresentando medidas legislativas na tentativa de inibir novos casos. O senador Plínio Valério (PSDB-AM) é um dos que vêm defendendo punições rigorosas para empresários e administradores públicos corruptos que tentam tirar vantagem de uma situação tão complicada para o país. "Aproveitar-se da desgraça para desviar dinheiro para mim pode ser considerado crime hediondo. Como não temos pena de morte no Brasil, apresentei um projeto para elevar a pena para crime de peculato quando se trata de dinheiro para a saúde. Tem que punir exemplarmente", opinou por sua conta no Twitter. O projeto em questão é o PL 2.739/2020, apresentado em 19 de maio pelo senador, que eleva a pena de um a dois terços do tipo penal de peculato, se os recursos desviados forem destinados à saúde. Previsto no artigo 312 do Código Penal (Decreto-Lei 2.848, de 1940), o crime de peculato ocorre quando o funcionário público se apropria de dinheiro, valores ou bens móveis, públicos ou particulares, de que tem posse em razão do cargo. Também há peculato quando o servidor os desvia em proveito próprio ou alheio. A pena é de dois a 12 anos de prisão e multa. "E mesmo diante desse cenário de preocupação, momento em que a solidariedade e a cooperação sociais se fazem necessárias, há aqueles indivíduos que em nada se preocupam com o próximo. E muito pior: há aqueles que veem na crise a possibilidade de enriquecer, desviando recursos destinados à saúde pública", justificou Plínio ao apresentar a proposta. As informações da Agência Senado

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Maia diz que buscará acordo com Alcolumbre sobre PL das Fake News
Política

Maia diz que buscará acordo com Alcolumbre sobre PL das Fake News

O projeto estava na pauta do Senado nesta terça-feira, mas foi retirado devido a divergências em torno do pa...

Denice rebate críticas sobre inexperiência política e diz que 'não teme debate'
Política

Denice rebate críticas sobre inexperiência política e diz que 'não teme debate'

ela afirmou que Salvador precisa de uma “bela gerente” sentada na cadeira de prefeito.

Projeto permite recontratações dentro de 90 dias, sem sanções, durante a pandemia de Covid-19
Política

Projeto permite recontratações dentro de 90 dias, sem sanções, durante a pandemia de Covid-19

Caso o funcionário esteja recebendo o benefício, o pagamento deverá ser interrompido na data da readmissão...

Vídeo

Manifestantes protestam contra o fechamento do comércio em frente a Hospital de Campanha e pedem informações sobre obra Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta terça-feira 02.06:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram